Características reais do povo do "Coração do Mundo"

(Autor: Kardec McGuiver)

Os criadores e difusores do mito da suposta perfeição de Chico Xavier queriam transformar o médium numa divindade viva, para atrair um número maior de pessoas a forma deturpada de "Espiritismo" e lucrar muito com o aumento do "rebanho". E para transformá-lo e "divindade viva", lançaram ma de inventar muitas qualidades, várias fictícias, para o médium.

Uma delas é a de profeta, iniciativa de Geraldo Lemos, que ao ouvir um simples relato de um sonho banal, mas cheio de absurdos, resolveu interpretá-lo como "profecia" e difundir a ideia na tentativa de promover ainda mais o hiper-estimado médium. Um médium que nunca entendeu a doutrina, seguia na verdade outra ideologia, mas é até hoje "vendido" como "maior liderança daquilo que as pessoas conhecem como "Espiritismo".

Diz a profecia atribuída ao retrógrado Xavier que os brasileiros seriam líderes mundiais na primeira metade do século XXI e que seriam um exemplo de perfeição humana para toda a humanidade que sobrasse no planeta, pois segundo o tal sonho, o velho mundo, muito mais evoluído que o Brasil (???!!!) desaparecia do planeta por causa de cataclismos que destruiriam seus territórios.

Mas vejamos se os brasileiros, classificados como integrantes do terceiro povo mais ignorante do mundo, teria condições de liderar o planeta. Parece absurda a ideia de burros liderando, mas convém lembrar que o"Espiritismo" brasileiro, metido a racional, na verdade despreza a racionalidade, exigindo como única qualidade de "perfeição" de caráter a bondade estereotipada, que não acaba com os problemas, mas dá sopinha aguada para "salvar" os necessitados.

E nada mais coerente que o ignorante Xavier lançar uma suposta profecia sugerindo que a terceira nação mais ignorante do mundo lidere o planeta, chocando violentamente com a suposta intenção de "evoluir o planeta" que era o alegado objetivo da liderança brasileira no sonho de Xavier.

Mas como todo dogma religioso, a profecia de Xavier tem um quê de fantasiosa, de surreal. A realidade mostrada nos dias atuais derruba facilmente a profecia, mostrando que a tentativa de promover um cidadão inculto e de senso moral duvidoso (Xavier não era tão bonzinho assim...) como um sábio é um grave erro desnecessário. Afinal, fora da religião, temos muito mais "profetas" de maior credibilidade defendendo ideias mais realistas e concisas, sem precisar de tolas fantasias para se promover.

A realidade que se apresenta no Brasil e no mundo é completamente incompatível com a profecia de Xavier, pois segundo ele, uma região com intelectualidade atamente evoluída como a Escandinávia, iria desaparecer para que um país que, embora grande em território, é pequenino em sabedoria, liderasse toda a humanidade com sua ignorância, seu falso senso de altruísmo (bondade estereotipada, inerte e paliativa) e sua total irresponsabilidade diante dos problemas cotidianos. 

Os brasileiros que supostamente "liderarão o mundo" representam uma população que se mostra cada vez mais burra, odiosa e egoísta, além de religiosamente fanática e entusiasta das mais descartáveis futilidades, estas tratadas como "necessidades absolutas" e defendidas com unha em dentes, a ferro e fogo. Um povo incapaz de resolver seus problemas mais simples e que acha que a prisão de um pequeno grupo de políticos irá extinguir para sempre as mazelas políticas que emperram o desenvolvimento do cotidiano. Um absurdo inconcebível.

É este povo, cada vez mais ignorante e egoísta que liderará o mundo? Que "dará seu exemplo de humanismo" aos outros povos? Um povo cujos juízes liberam um jogador de futebol acusado de fraudes e tudo fica por isso mesmo? Um povo que para definitivamente por causa de uma festinha de Carnaval e que é incapaz de parar seu trabalho numa greve geral para melhorar as condições da população? Um povo cada vez mais entorpecido pelas mentiras das religiões (incluindo o  malfadado "Espiritismo" da FEB), achando que amigos imaginários farão o que a população se recusa a fazer?

Chico Xavier, uma farsa que já nasceu farsa; Um farsante que enganou e ainda engana de todas as formas; Um intruso católico que fingiu ser a "maior liderança 'espírita' do país" sem entender bulhufas da doutrina original; Que fingiu ser exemplo de caridade sem causar uma transformação significativa na melhoria da qualidade de vida dos brasileiros; É este pilantra que se mete para dizer como a humanidade deve construir o futuro de seu planeta? Ora, tenham sensatez!

Com a mais absoluta certeza, sem hesitação e com evidências comprovadas: a "profecia" de Chico Xavier é uma farsa e são tolos todos os evolvidos em criar aquele documentário sem pé nem cabeça na tentativa desesperada de "canonizar" o médium que nunca passou de um mero fiel católico que brincava de falar com fantasmas. 

Somente a completa falta de senso da realidade e lucidez atrofiada podem favorecer um monte de asneiras igrejeiras de um sonho maluco que somente um beato católico metido a sábio pode acreditar. E mais beatos ainda são os que acreditam neste beato. A realidade está deixando todos os defensores dessa "profecia" maluca completamente desacreditados: "profetas" da Seita de Papalvos a que se referia o verdadeiro sábio Herculano, o verdadeiro mestre brasileiro do Espiritismo original e sem aspas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria