Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

O Homem do Saco

Imagem
(Autor: Menino Sábio, por e-mail)
Minha mãe sempre havia me alertado sobre o Homem do Saco. Um velhinho que perambulava por aí e que usando estórias lindas pegava crianças para fazer o que quisesse. Eu sempre era alertado por isso e era aconselhado a me manter atento.
Um dia tive a oportunidade de conhecer o Homem do Saco. Ele não era nada como minha mãe havia falado. Era simpático. Usava peruca, óculos escuros e falava de forma mansa. Tinha uma legião de admiradores. Era extremamente respeitado a ponto de calar as bocas de seus críticos, mesmo os mais sensatos.
O Homem do Saco escrevia livros e mensagens de conteúdo maravilhoso. Assinava em nome de outras pessoas, mas o conteúdo de suas obras era quase o mesmo, seja qual for o nome atribuído. Mas isso não importava. Eu estava maravilhado com tais mensagens.
Uma vez, eu me encontrei numa grande dificuldade e fui aconselhado por uma senhora bondosa a recorrer a uma das obras do Homem do Saco. Segui rigorosamente a mensagem citada e o …

Que tal santificar também os "inventores" de Chico Xavier?

Imagem
(Autor: Valdemar Silveira, via e-mail)
Falam tanto que o sr. Francisco Cândido Xavier é "o sujeito mais puro que passou pela face da Terra" e muitas asneiras são ditas ou escritas por chiquistas para sustentar essa idolatria cega a um deturpador grave da Doutrina Espírita.
Só que ninguém se atenta que o mito de Chico Xavier foi construído ao longo dos anos e a devoção em torno de sua pessoa um consenso fabricado para atender os interesses comerciais da FEB, que ficou com os lucros que o "médium" se recusou a ter consigo e fez a fortuna dos mercadores do suposto espiritismo ocupado em seu aparato de belas palavras e fraca filantropia.
Se as pessoas santificam tanto o sr. Chico Xavier, então por que também não santificam três homens que contribuíram para a consagração de seu mito e a transformação do "médium" numa pretensa unanimidade entre os brasileiros?
Santifiquem Antônio Wantuil de Freitas, presidente da FEB por muitos anos, tutor terreno de Chico Xav…

"Fase dúbia" do "movimento espírita": uma Contra-Reforma?

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Se falará muito da chamada "fase dúbia" ou "tendência dúbia" do "movimento espírita" brasileiro, vigente desde meados dos anos 1970, que acentuou e agravou as contradições da doutrina igrejista brasileira, que não convenceu na sua simulação de recuperação das bases doutrinárias originais.
A corrente do "movimento espírita" que se ascendeu desde a crise da cúpula da FEB, quando um de seus membros, Luciano dos Anjos, ligado a Antônio Wantuil de Freitas, denunciou que Divaldo Pereira Franco havia plagiado Francisco Cândido Xavier nos seus primeiros trabalhos "psicográficos".
Isso criou uma crise institucional muito grande, quase sacrificou a amizade entre Chico Xavier e Divaldo Franco - dizem que eles ficaram um tempo sem falar, mas há também quem desminta isso - , e, depois da aposentadoria e do posterior falecimento de Wantuil, a cúpula da FEB entrou em divergência com os grupos regionalistas.
É claro que exis…

Assinatura atribuída a espírito de vítima do incêndio da Boate Kiss mostra rasuras

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Analisando as supostas mensagens espirituais atribuídas a espíritos de alguns mortos do incêndio da Boate Kiss, que resultaram no livro Nossa Nova Caminhada, uma fraude financiada por seis famílias dessas vítimas, nota-se um exemplo de irregularidades na carta atribuída à jovem Stéfani Poser Simeoni, uma das 242 pessoas que faleceram por causa daquele incidente, na casa noturna da cidade de Santa Maria, há exatos quatro anos.
A carta que observamos a seguir mostra uma grande rasura, e ela mostra o quanto a péssima escola de Francisco Cândido Xavier - ele mesmo, o "perfeito" Chico Xavier, praticou mal a habilidade paranormal, fez péssima mediunidade que, claramente, mostrava irregularidades de caligrafia, mensagens e informações trazidas - fez muito mal à divulgação da Doutrina Espírita no Brasil.
As famílias até tentaram forjar uma falsa obediência ao C. U. E. E., recorrendo a "diferentes médiuns" para transmitir supostas mensagens espiri…

"Espiritismo", de tão deturpado, infecta até o computador!

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
O "espiritismo" brasileiro, sabemos, é tão deturpado que é movido pela desonestidade doutrinária. Seus membros se dizem "rigorosamente fiéis" a Allan Kardec mas o traem o tempo todo, divulgando conceitos estranhos ao seu legado original.
Isso traz energias tão maléficas, que nenhum aparato de "bondade" e "caridade" consegue disfarçar e nem mesmo o balé de palavras bonitas consegue afastar, que é perigoso até consultar um site ligado ao "espiritismo" brasileiro na Internet.
Há relatos de várias pessoas que, depois de enfrentarem doutrinárias ou tratamentos em "centros espíritas", ou consultaram páginas "espíritas", mesmo que seja para fazer pesquisas, e que atraíram azar. Alguns passaram a serem vítimas de cyberbullying e tinham dificuldade de denunciar blogueiros que criavam páginas ofensivas na Internet. 
"O cara copiava meus textos, publicava minhas fotos só para me ofender, nem fot…

Para entender os beatos de Chico Xavier diante de uma "pegadinha"

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Como entender a hipocrisia de muitos brasileiros. O igrejismo do "espiritismo" brasileiro salta aos olhos até mesmo diante de assuntos supostamente científicos. A doutrina igrejeira montada no Brasil, usando apenas como fachada o legado de Allan Kardec, muito mal apreciado e tão criminosamente deturpado, revela o quanto as pessoas se tornam beatas facilmente, cultivando o fanatismo religioso dentro de um balé de palavras bonitas.
Ninguém entendeu a "pegadinha" que esteve por trás desse factoide associado à "profecia da Data-Limite" de Francisco Cândido Xavier. Nela, detalhada neste texto, ocorre a risível atribuição de "confirmação profética" de algo ocorrido antes da previsão, criando uma surreal "profecia" não em relação ao que tende a acontecer, mas ao que já aconteceu.
A estória é a seguinte. Chico Xavier teria sonhado que havia uma reunião com ele, Emmanuel, Jesus Cristo e outros líderes do espaço sidera…

A revanche de Chico Xavier no uso do nome de Humberto de Campos

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
A leviandade de Francisco Cândido Xavier na usurpação do nome de Humberto de Campos, associado a supostas obras espirituais, mesmo sob o codinome de Irmão X, é algo que não pode ser subestimado.
O esperto Chico Xavier foi beneficiado pelas brechas sociais e legais existentes no Brasil. O fascínio pelas aparências, na qual o suposto médium, pela aparência de caipira ingênuo, mais tarde acrescida com a de um velhinho frágil, garantiu toda complacência com Chico, inocentado até em piores erros comprovadamente de sua responsabilidade.
Da mesma forma, Chico foi beneficiado pelas brechas da lei, que não sabia o que fazer com os direitos autorais de supostas psicografias, e deixou tudo no empate. Algumas fontes entenderam que o suposto médium era responsável pelas obras atribuídas a autores mortos, mas oficialmente essa questão não foi abordada. Os juízes apenas se omitiram de atribuir qualquer menção quanto à cobrança de direitos autorais de obras "produzidas…

Radialista recém-falecido, que disse que Chico Xavier "previu" vida em Marte, caiu em contradição

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Falecido no último dia 07 de dezembro de 2016, o radialista Gerson Simões Monteiro, que era presidente da Rádio Rio de Janeiro, havia declarado que o "médium" Francisco Cândido Xavier havia "previsto" a existência de vida em Marte, em artigo reproduzido no "Correio Espírita".
A estória se deu por causa de descobertas científicas realizadas pela NASA, agência espacial norte-americana, no ano de 2004. Criou-se então um alarde, a partir da declaração de Gerson Monteiro, que tinha alto prestígio e visibilidade no "movimento espírita" fluminense, de que Chico Xavier havia "previsto", de "forma pioneira", a existência de vida humana, sociedades avançadas e canais fluviais artificiais em Marte.
A "façanha" é atribuída, por Gerson, às obras Cartas de uma Morta, de 1935, atribuída à mãe de Chico Xavier, Maria João de Deus, e Novas Mensagens, de 1939, tão levianamente atribuída a Humberto de Campos …

"Espiritismo" se reduziu a um balé de palavras bonitas

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
O "espiritismo" brasileiro, sabemos, está cada vez mais distante de Allan Kardec, até mais do que quando se assumia adepto de Jean-Baptiste Roustaing. Isso porque a fachada "kardecista" - nome rejeitado pelos espíritas autênticos, porque soa pejorativo e hipócrita, preferindo os adeptos dos postulados originais se definirem como "kardecianos" - não conseguiu disfarçar a essência igrejeira que se acentuou tanto através do catolicismo informal mas bastante ortodoxo de Francisco Cândido Xavier quanto pela pieguice e o moralismo dos livros "mediúnicos" diversos.
O que se nota é que o "espiritismo" no Brasil abandonou o cientificismo de Kardec. Não adiante fingir, puxar o saco de cientistas, falar em filosofia, se comportar com alegria infantil dizendo que "adora ciência" e fingir que é intelectualizado diante de colunistas sociais porque o conteúdo e a prática revelam, entre os "espíritas" bra…

Pau da Lima teve até estupro coletivo. Cadê o "maior filantropo do Brasil"?

Imagem
(Por Genésio Azevedo, via e-mail)
Fico indignado em ver que o sr. Divaldo Franco, um simples pregador religioso de um suposto espiritismo que já se fala estar muitíssimo distante do legado de Kardec, ser considerado "maior filantropo do Brasil" assim de graça, quando sua Mansão do Caminho não ajudou nada de profundo, só fazendo mornas ajudas para um punhado de pessoas, coisa muito longe de qualquer festa.
Aqui em Pau da Lima, enquanto a Mansão do Caminho reina na sua santa paz, o pau, não o que dá nome ao bairro, mas que é barra pesada, come solto aqui fora. Aqui tem assalto e assassinato com muita frequência, roubos à luz do dia, e pouco antes do dia do tal "Você e a Paz" que o senhor Divaldo, tido como "sábio" mas sem entender nada da obra de Allan Kardec, realiza no Campo Grande, uma pobre coitada foi vítima de um estupro coletivo, depois que foi sequestrada num ponto de ônibus.
Imagina-se que o sr. Divaldo, tido como "cidadão do mundo", faz…

Muitas pessoas morrerão assassinadas por "homens de bem". Estamos evoluindo, Chico Xavier?

Imagem
(Autor: Saddam Hayek)
Chico Xavier não é somente o maior charlatão da história da humanidade. Chico Xavier é o maior mentiroso de todos os tempos. Um verdadeiro farsante cuja falsa humildade consegue até hoje enganar uma multidão de ingênuos a confiar na sua imagem falsa de bonzinho.
Chico Xavier não somente inventou que a humanidade se evoluiria drasticamente no início do século XXI - contrariando Allan Kardec que dizia que a evolução humanitária seri lenta e gradual - como nunca se empenhou em lutar para que a humanidade melhorasse. Sua "ajuda" se limitava a caridade paliativa, a supostas conversas com mortos e a frases que parecem ter saído de livros de auto-ajuda. E mesmo assim, há quem ache ele extremamente bondoso.
Chico Xavier é um enganador. Mentiroso da pior espécie! Farsante explicitamente incontestável como tal, já deve ter reencarnado para responder seriamente pelos danos graves que casou pelas suas mentiras e pela sua incompetência em educar a sociedade.
Esse p…

Data Limite tem única função de canonizar Chico Xavier

Imagem
(Autor: Kardec McGuiver)
Como é que um mero sonho, com base em convicções puramente religiosas, de um beato católico, foi tomado como uma "tese científica" a ponto de render muitos documentários gastos com dinheiro que deveria sustentar as vidas de pessoas mais carentes? É o que acontece com a chamada "Data Limite", tese absurda e cheia de erros que resultou de um mero sonho, mas largamente defendida e difundida pelos que acreditam ver nela um aviso para a humanidade.
É estranho um empenho hercúleo em sustentar uma tese absurda, cheia de erros, resultantes de uma liderança religiosa que nada sabia sobre ciência, que nunca estudou mediunidade - aponto de atrair espíritos de índole duvidosa e intelecto equivocado, e que pode ser facilmente derrubada com o minimo de análise lógica.
Para começar a tal tese se baseia numa reunião liderada supostamente por Jesus, um personagem bíblico ainda sem existência comprovada. Mesmo que Kardec tenha garantido a existência de Jesu…

Amigo da Onça tem mais a ver com Chico Xavier do que se imagina

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
No dia 31 de dezembro de 1961, o cartunista Péricles Maranhão, de 37 anos, se suicidou, abalado com as piadinhas que recebia nas ruas por causa do personagem que ele criou, o Amigo da Onça.
Deprimido, ele estava sozinho em casa, quando decidiu abrir o gás de cozinha para ele morrer intoxicado. Antes ele havia colocado um aviso numa porta dizendo para ninguém acender fósforos.
O Amigo da Onça foi um personagem muito popular, nos anos 1940 aos 1960. Depois da morte de Péricles, o Amigo da Onça ainda recebeu charges de autoria de seu colega na revista O Cruzeiro, Carlos Estevão, autor de personagens como Dr. Macarra, que conseguiu herdar o estilo do antecessor.
Por que falar de Amigo da Onça numa página sobre Francisco Cândido Xavier? Não seria um desvio de foco, em se tratando de uma página "espírita"? Não, se percebermos alguns detalhes, e não é apenas o fato de ser alguém falecido por suicídio, prática não muito bem compreendida pelos "espírit…

No "Espiritismo", oprimidos prejudicados, opressores protegidos

Imagem
(Por Manuel Nascimento, via e-mail)
Que moral é essa que prega o espiritismo no Brasil? Muito diferente da coerência lógica de Allan Kardec, os nossos espíritas parecem se voltar a um moralismo ao mesmo tempo piegas e severo.
Vejam como eles falam do sofrimento humano. Há dois pesos e duas medidas. Ao sofredor, pede-se paciência e aceitação a todo tipo de desgraça, ainda que o "remédio" das desilusões e sacrifícios seja dado acima da dose e oprima demais a alma, como num animal acuado.
Já ao algoz, que comete abusos e crimes muitas vezes severos, se pede o perdão absoluto e incondicional. Se o oprimido é prejudicado pelo opressor, o oprimido é até aconselhado a agradecer por isso, como se isso lhe desse força. É esse moralismo de Chico Xavier, um tanto sado-masoquista, que faz com que nossa sociedade fique ainda mais desigual e injusta, por mais que esse papo mole dos ditos "espíritas" venha falar em caridade, bondade e progresso moral.
Vemos o caso da pediatra de…