Muitas pessoas morrerão assassinadas por "homens de bem". Estamos evoluindo, Chico Xavier?

(Autor: Saddam Hayek)

Chico Xavier não é somente o maior charlatão da história da humanidade. Chico Xavier é o maior mentiroso de todos os tempos. Um verdadeiro farsante cuja falsa humildade consegue até hoje enganar uma multidão de ingênuos a confiar na sua imagem falsa de bonzinho.

Chico Xavier não somente inventou que a humanidade se evoluiria drasticamente no início do século XXI - contrariando Allan Kardec que dizia que a evolução humanitária seri lenta e gradual - como nunca se empenhou em lutar para que a humanidade melhorasse. Sua "ajuda" se limitava a caridade paliativa, a supostas conversas com mortos e a frases que parecem ter saído de livros de auto-ajuda. E mesmo assim, há quem ache ele extremamente bondoso.

Chico Xavier é um enganador. Mentiroso da pior espécie! Farsante explicitamente incontestável como tal, já deve ter reencarnado para responder seriamente pelos danos graves que casou pelas suas mentiras e pela sua incompetência em educar a sociedade.

Esse pulha nunca deveria ser canonizado e muito menos tratado como "espirito de máxima grandeza". Grandeza? Ha, ha! Leiam seus livros e vejam se ha grandeza em mentir.

Graças ao beato Xavier, o Espiritismo se tornou uma piada, incapaz da responsabilidade de educar as mentes como queria o educador Allan Kardec quando codificou a doutrina. Uma séria e irresponsável negligência!

O beato-médium infeliz inventou que estaríamos evoluindo. MENTIRA! Hoje vivemos uma onda infeliz de ódio, de afinidades com ideais fascistas, que faz com que as pessoas não tenham mais medo de odiar e desejar a morte de quem não corresponda aos seus anseios particulares. 

Para piorar, esta mesma onda de ódio é apoiada sem hesitação por esta farsa que os brasileiros pensam ser Espiritismo e que não cessa de contradizer o codificador! O médium Robson Pinheiro, na cara dura, lançou duas obras claramente odiosas, caluniosas e difamatórias, mesmo representando uma doutrina que deveria ser de amor.

Quem duvida, é só ler as obras políticas do jovem médium e arranquem os cabelos ao tomar conhecimento da primeira obra dite espírita que exalta o ódio de moldes fascistas a um grupo político que lutou para melhorar o país, arrancado do poder por manipulações desonestas nas leis.

Mas pior: Pinheiro não tirou o seu ódio do nada. Talvez todo o Espiritismo brasileiro seja fascista. Como é a bancada evangélica que os espíritas de meia tigela vivem a criticar. Chico Xavier, ele mesmo, em pessoa, apoiou a ditadura militar na sua fase mais cruel e ainda condenou os movimentos sociais. E ainda tem trouxa que acha que o beato de Uberaba que enganou os espíritas, era ativista social dos mais progressistas. OTÁRIOS!!!

Resultado da incompetência do médium farsante: vivemos numa época de ódio em que cidadãos comuns começam a se achar no "direito" de desejar mal e até a morte aos outros. A barbárie está de volta. Seres humanos convertidos em bestas-fera graças a um moralismo retrógrado de 200 anos atrás que os fascistas insistem em preservar.

Chico Xavier, seu pulha. Se você não estiver se contorcendo no fictício umbral em que seus tolos adeptos acreditam, certamente reencarnou para apanhar e ser enganado. Pois a sua vida foi uma mentira: a de um beato católico-medieval que se intrometeu no Espiritismo e vandalizou a doutrina resultando na negligência diante do maior estrago social da face da Terra.

Retornamos a 2000 anos atrás. Satisfeitos, fascistas, direitistas e preconceituosos? Vamos ter que aprender tudo de novo! Partindo do começo, do nada!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria