"Espiritismo", de tão deturpado, infecta até o computador!

(Autor: Professor Caviar)

O "espiritismo" brasileiro, sabemos, é tão deturpado que é movido pela desonestidade doutrinária. Seus membros se dizem "rigorosamente fiéis" a Allan Kardec mas o traem o tempo todo, divulgando conceitos estranhos ao seu legado original.

Isso traz energias tão maléficas, que nenhum aparato de "bondade" e "caridade" consegue disfarçar e nem mesmo o balé de palavras bonitas consegue afastar, que é perigoso até consultar um site ligado ao "espiritismo" brasileiro na Internet.

Há relatos de várias pessoas que, depois de enfrentarem doutrinárias ou tratamentos em "centros espíritas", ou consultaram páginas "espíritas", mesmo que seja para fazer pesquisas, e que atraíram azar. Alguns passaram a serem vítimas de cyberbullying e tinham dificuldade de denunciar blogueiros que criavam páginas ofensivas na Internet. 

"O cara copiava meus textos, publicava minhas fotos só para me ofender, nem fotos de família que botei no Facebook ele poupava, xingando meus parentes de maneira grotesca. Tentava denunciar tais páginas e o pessoal dizia que eram só páginas de humor e brincadeira", se queixou um dos internautas, que não quer ter o nome revelado, por e-mail.

Pessoas passaram a ter seus computadores infectados ou vulneráveis a malware ou spyware depois que consultaram páginas "espíritas", mesmo para adorá-las. "A gente vem com as melhores energias, vai para um centro espírita, cumprimenta os caras, participa de tudo com amor e alegria, para depois uma maré de azar desabar em nossas vidas. Eu tinha uma tese de faculdade para fazer e ela foi perdida apenas porque, inocentemente, fui pesquisar uma página do Scribd e um vírus entrou no meu computador, alterando até a configuração do Windows", se queixou outro internauta.

"A gente frequenta uma casa espírita, lê um livro espírita, tomados de todo sentimento de amor que eles apelam para que a gente tivesse. Com misericórdia, boas energias, espírito fraterno e tudo. Mas depois tudo cai numa maré de azar. De repente, visito páginas inocentes e entra um vírus. A gente sofre azar e nós é que somos os culpados? Só depois descobri que o tão maravilhoso espiritismo é uma farsa que foge de tudo que Kardec codificou", reclamou um outro internauta, indignado.

Há um hábito dos ideólogos e dos seguidores do "espiritismo" dizerem que as más energias "nada têm a ver". Mas a verdade é que o "espiritismo", como deturpa o legado de Allan Kardec e se recusa a admitir sua preferência a Jean-Baptiste Roustaing, isso traz más vibrações, na medida em que a falsidade, mesmo travestida de discursos de "amor e fraternidade", sempre afasta os espíritos benfeitores.

O "espiritismo" se torna uma maré de azar pelas próprias energias que causa. Não há como os "espíritas" desmentirem a transmissão de energias infectadas nas vidas das pessoas. A natureza deturpatória do "movimento espírita", que brinca com os temas da espiritualidade como quem joga uma Tábua Ouija, e pratica igrejismo medieval que nenhum repertório de belas palavras consegue dissimular, é que se compromete com a transmissão de energias negativas.

Não há como investir na culpabilidade da vítima. A ignorância dos "espíritas" em relação à vida espiritual, já que se recusam a estudar com seriedade os postulados kardecianos, faz também com que qualquer alegação de "resgates espirituais" soasse mais um desrespeito e um acinte do que uma avaliação séria e objetiva. Com isso, se algo está errado na vida das pessoas comuns que recorrem ao "espiritismo", a culpa é da doutrina. As más sintonias vêm de transmissores corrompidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria