Seguidores de Chico Xavier são os que menos ajudam as outras pessoas

(Autor: Kardec McGuiver)

Muitas vezes o culto a uma liderança pode estimular a inércia de seus subordinados, já que estes, ao jogarem toda a responsabilidade nas costas de seu líder, se sentem dispensados de fazer alguma coisa. Claro, deixa que o líder é quem faça.

Numa pesquisa feita por mim, analisando friamente e sem julgamento de valor, tive a infeliz constatação de quem mais cultua o mito de Chico Xavier é justamente quem menos faz caridade. Quando fazem, se limitam a caridade estereotipada, aquela que não muda vidas nem sociedades, mas serve de calmante para suportar infortúnios. Fora isso, nada de transformador é realizado por aqueles que tem o "bondoso velhinho" como guru.

Muitos dos seguidores de Chico Xavier são pessoas acomodadas, que demonstram aceitar o sistema como está, que se recusam a questionar os erros que vemos ao nosso redor, possuem ideias retrógradas, costumes antiquados e prefere se divertir a ter que lutar pelo bem estar alheio.

Estes mesmos acreditam que postando mensagens de seu guru-mor em redes sociais estarão "mudando o mundo", sem perceber que médium era conservador, preconceituoso e suas mensagens carregadas de pieguice e falsa moral mais parecem ter saídas desses livros de auto-ajuda escritos por mercenários profissionais de neuro-linguística do que vindas de alguém que se propõe ser um sábio.

É muito fácil postar mensagens do guruzinho querido na internet. Ainda mais que o médium era talhado a escrever mensagens que estimulassem o conformismo e a estagnação. Os que cultuam Chico Xavier como exemplo de "bondade máxima"são pessoas que em grande afinidade com o médium também desejam o conformismo e a estagnação. Alguns dos devotos chiquistas inclusive pediram para esquecer os protestos na última copa e torcer pela "seleção", algo que sinceramente considero uma tola criancice.

Chico Xavier não foi útil para o Brasil. O resultado de "sua bondade extrema" está ai. Um país confuso, com população ao mesmo tempo inerte e odiosa que só quer defender seus interesses particulares. Entre estes interesses o de falar em nome de um médium tolo que não melhorou a sociedade, ensinando errado os pontos de uma doutrina que deveria ser transformadora, mas que sua má compreensão, estimulada pelo médium, tem servido de freio de mão para o desenvolvimento intelectual de nossa população.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria