Pular para o conteúdo principal

A blindagem das lideranças "Espiritas"

(Autor: Kardec McGuiver)

Ser religioso, para muitos, encaixa no estereótipo de bondade e sabedoria. Não raramente, lideranças religiosas são tidas como bondosas e inteligentes sem praticarem um só ato que comprove atos em prol do benefício alheio e atos que confirmem capacidade intelectual. Como se o estereótipo em si fosse uma forma de garantia.

Mas há religiosos que são criticados pela tentativa de fugir a estes estereótipos. Como se fosse estranho para essas lideranças, tao humanas quanto nós, de cometer erros. Não raramente essas lideranças, cometendo erros leves, são mais criticadas que outras pessoas que cometerem erros mais graves.

Os neo-pentecostais e pentecostais são alvos frequentes de críticas. Quem não faz parte dessas divisões do protestantismo acha que as lideranças destas não passam de farsantes interesseiros a enganar multidões e lucrarem com isto. Bom isto é fato. Mas fica a impressão que somente eles cometem este tipo de erro e que isto faz parte da doutrina dos pentecostais (e não faz). Mas somente eles erram? Somente eles merecem nossas críticas?

E os "espíritas"? porque ninguém critica as lideranças "espíritas"? O "Espiritismo", além de ser a religião com o maior número de contradições, se demonstrou completamente incapaz de transformar a humanidade, embora espalhe pelos quatro cantos de que transformou.

Em mais de 130 anos, o "Espiritismo" não conseguiu melhorar nem o caráter, nem o intelecto e muito menos deu qualidade de vida a seus seguidores e auxiliados. Além disso, vive de consagrar e espalhar contradições, erros, absurdos e principalmente, blindar suas lideranças por meio da mitologia e da canonização (transformação das lideranças "espíritas" em divindades).

Segundo a mitologia, suas lideranças são "enviados divinos" com a missão "exclusiva" de "transformar a humanidade" por meio da educação e da filantropia. Suas lideranças são totalmente despidas de defeitos - como se isso fosse possível em um planeta inferior como o nosso - sendo exemplos "perfeitos" de humildade e altruísmo.

Mas se a gente pesquisar mais sobre o que estas lideranças fazem, a gente vai perceber que toda a mitologia em torno deles é falsa, sendo uma espécie de isca a atrair fiéis e mantê-los na seita.

Mas porque neo-pentecostais pode ser criticados e "espíritas" não, se estes cometem erros ainda piores (pentecostais não cometem desonestidade doutrinária, como os "espíritas" fazem)? A resposta mais provável é porque envolve interesses em derrubar os pentecostais, considerados algozes de outras religiões interessadas em dominar no país.

O "Espiritismo" é ainda muito bem blindado pelo senso comum por ser uma religião à paisana (sem batina, sem pompa), o que dá uma ilusão de falsa humildade (o que contradiz com a  arrogante fama de "perfeitos" das lideranças "espíritas") diante dos olhos mais ingênuos.

A mitologia construída em torno de médiuns e lideranças completa o serviço, deixando estes líderes bem a vontade para agirem da forma que quiserem longe dos olhos da opinião pública, que cegamente confia em sua infalibilidade, ignorando o caos presente nos bastidores das atividades da cúpula "espírita".

Mesmo sem mostrar resultados práticos de transformação social e melhoria no bem estar de pessoas carentes, as lideranças "espíritas" estigmatizadas como "imensamente caridosos" e "infalivelmente sábios" preservam sua imagem de suposta perfeição, garantindo a sua blindagem e mantendo a sua real missão de enganar incautos. Ser "espírita" é uma excelente forma de errar sem ser punido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…