Pular para o conteúdo principal

YouTube e a aberrante complacência com Chico Xavier

(Autor: Senhor dos Anéis)

É preocupante o que acontece nas mídias sociais a respeito de Francisco Cândido Xavier. A idolatria cega ao anti-médium mineiro não se expressa apenas nos hashtags um tanto hipócritas do Twitter ou nas mensagens docilmente conservadoras deixadas por ele e reproduzidas em memes no Facebook. No YouTube ocorre o pior da idolatria dada a Chico Xavier.

Sem alguém com visibilidade para desmascarar Chico Xavier - no passado, um Padre Quevedo tentou o feito, apoiado por outros, mas ele e estes eram católicos ortodoxos e Quevedo era visto como ranzinza e oportunista - , o mito do anti-médium, construído há mais de 70 anos, cresceu monstruosamente, mesmo diante de uma trajetória confusa e cheia de contradições e escândalos graves.

No YouTube existem vídeos de diversos tipos favoráveis a Chico Xavier. Um deles tem o título piegas de "Chico Xavier: Amor". Outros falam asneiras como "Astronautas norte-americanos confirmaram previsão de Chico Xavier", com a risível tese de que episódios ocorridos em 1964 e 1967 nos EUA, relacionados à visitas de extra-terrestres, haviam confirmado a "previsão" (?!) dada por Chico Xavier em 1969, portanto, depois das ocorrências.

Há também os relatos de personalidades "espíritas" a respeito do "bom homem", dentro daquele lero-lero religiosista que se conhece, uma perspectiva "espírita" mais próxima da devoção católica. E há entrevistas ou notícias relacionadas a "estudos acadêmicos" a respeito da "mediunidade" de Chico Xavier, sempre legitimando, de uma forma ou de outra, suas falsas psicografias.

É terrível, também, a adesão dada a Chico Xavier, a partir das curtidas do YouTube. No portal de vídeos, sabe que existe um "termômetro" de avaliação que se divide entre o desenho de uma mão com o polegar para cima ("curtir", referente à aceitação do que é exposto) e para baixo ("não curtir", referente à rejeição do mesmo).

Pois se o vídeo é a favor de Chico Xavier, com todo o absurdo e todas as tolices que são expostas, o número de curtidas é surpreendentemente grande. Se o vídeo é contra, o número de não-curtidas é que se torna maior.

Isso é assustador. Num país em que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva é xingado de mafioso para baixo e se costumam assassinar reputações de quem quer que seja, Chico Xavier, mesmo apoiando fraudes de materialização e cometendo grotescos plágios literários e crime de falsidade ideológica, é inocentado até pelos erros que cometeu de propósito e de forma comprovada.

Chico Xavier defendia os arbítrios da ditadura militar numa época em que até Carlos Lacerda, o mais entusiasmado defensor do Golpe de 1964, estava na oposição. E no entanto o anti-médium mineiro é tido como "progressista" e acariciado ingenuamente por setores das esquerdas, desavisadas da postura ultraconservadora que teve o "bom velhinho".

É muito assustadora a reputação de Chico Xavier, cujo mito cresceu de forma descontrolada, e cujas atribuições, muitas delas sem fundamento, vão a qualidades que nunca lhe existiram como "cientista político", "filósofo", "ativista social" e "militante progressista". Chico nunca passou de um reles católico fervoroso dotado de relativa paranormalidade.

A preocupante situação nas mídias sociais e que mostra o atraso calamitoso em que se encontram os brasileiros, que não conseguem perceber as coisas que estão por trás das aparências e aceitam tudo que lhes é imposto apenas pela ideia declarada pelo porta-voz oficial.

A ignorância dos internautas, que em certos casos leva à arrogância reacionária que produz troleiros (trolls) que aterrorizam as mídias sociais, uma ignorância ignorada (já que eles acreditam ser "inteligentes" e "sensatos" com sua burrice estúpida), mostra o quanto o Brasil está despreparado para ser a nação-líder do mundo.

O caso de Madre Teresa de Calcutá, figura bem mais verossímil que Chico Xavier e um mito bem mais organizado na sua construção ideológica, em que pesem distorções como a apologia ao sofrimento humano que glamouriza o flagelo dos excluídos, é bem ilustrativo.

Lá fora, permite-se lançar documentários desmascarando Madre Teresa, incluindo títulos que, à primeira vista, seriam violentamente ofensivos como defini-la "anjo do inferno", algo que até gerou protestos indignados, mas não inviabilizou os questionamentos contra o mito da freira albaneza. Eles continuam crescendo e até ganhando apoio de muita gente.

Já Chico Xavier, cujo mito se construiu de forma bastante confusa, depois de gerados dois graves escândalos, um de pastiche literário (Parnaso de Além-Túmulo) e outro de falsidade ideológica (caso Humberto de Campos) - o termo "falsidade ideológica" inexistia no jargão jurídico brasileiro de 1944 - e outros que vieram depois, tornou-se uma aberrante "unanimidade" entre seus adeptos.

Xavier compartilhava da mesma apologia ao sofrimento humano de Madre Teresa. No entanto, se Madre Teresa foi condenada pela opinião pública ao defender o autoflagelo como suposto meio de salvação individual, Chico Xavier é visto como "progressista" e "ativista" mediante essas mesmas ideias. Dois pesos, duas medidas.

Um vídeo de asneiras pseudo-proféticas, Data-Limite Segundo Chico Xavier, de Fábio Medeiros, em menos de um ano de disponibilização no YouTube, ganhou mais de 20 mil curtidas, fora outras adesões entusiasmadas que publicaram comentários e outras quem nem publicaram.

Pessoas acreditando e apoiando um rol de absurdos com sérios erros de abordagem científica e sociológica, em que Chico Xavier prediz uma suposta catástrofe a atingir o Primeiro Mundo e que, entre outras coisas, fará norte-americanos migrarem para a Amazônia, em vez da natural tendência, bastante conhecida, do êxodo deles para o eixo Rio-São Paulo.

Isso é terrível. Como é que uma mesma ideia reacionária pode ser reprovada e aprovada dependendo do grau de imunidade que tem alguma personalidade. As ideias e a lógica não valem pelo que elas são, pela sua relação com a realidade, mas conforme a "posse" do discurso, pois as coisas, no Brasil, não valem por si só, mas através de quem diz.

Essa incoerência em torno de Chico Xavier e sua aberrante e absurda imunidade - ele pode ter cometido os erros que cometeu, os mais graves e comprovadamente de propósito e demonstradas pelo próprio anti-médium, que ele é absolvido até de suas culpas mais evidentes - fazem com que os brasileiros permaneçam escravos de suas piores ilusões. Dessa forma, o Brasil nunca progredirá.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…