Pular para o conteúdo principal

Duas filosofias com o mesmo nome, mas atitudes totalmente diferentes

Assim como o verdadeiro Islamismo não aprova os atos violentos normalmente associados a este, o verdadeiro Espiritismo (que não é religião como o Islamismo) não aprova todas as bobagens que costumam associar à doutrina. Esta má compreensão do que é o Espiritismo acabou criando dois Espiritismos: o real e o fantasioso.

O real, descoberto por Kardec com a participação de espíritos em suas pesquisas (esse negócio de revelação missionária mais parece uma tentativa de mistificar Kardec, transformando numa espécie de "bruxo"), é muito racional e pretende estudar tudo que ainda não é conhecido no mundo material. É uma ciência, mas como Kardec era um educador, aproveitou também para estudar os efeitos morais, o que para os leigos e os seguidores mais sentimentais entenderam como "missão divina" e "religiosidade".

Graças a essa confusão, que infelizmente não é exclusividade dos chiquistas febianos (seguidores de Chico Xavier e médiuns similares além dos ditames da FEB, de filosofia roustainguista), os supostos seguidores da doutrina no Brasil, entenderam tudo errado e transformaram aquilo que deveria ser ciência em uma igreja como outra qualquer, só que rotulada como "ciência" para que seus dogmas ilusórios possam ganhar mais credibilidade, solidificando a fé cega que seus seguidores se referem como "raciocinada".

Como a maioria dos brasileiros, sobretudo os que não participam das discussões pela internet, só conhece como "Espiritismo", toda essa farsa criada pela FEB em torno de médiuns como Xavier & CIA, o verdadeiro Espiritismo fica barrado, desconhecido das grandes massas que, seduzidos pelo discurso sentimentaloide de palestras e livros, escolhe permanecer na versão deturpada, pensando ser esta a original.

Bondade e maldade estereotipadas

O que fortalece essa permanência é a estereotipo de bondade e maldade. Os fiéis dessa seita maluca em que se transformou o Espiritismo à brasileira (conhecido também como Espiritolicismo, por usar a metodologia católica para se difundir) não conseguem imaginar que médiuns, palestrantes e espíritos que falam palavras lindas de paz e amor estejam na verdade mal intencionados. Esperam que os espíritos inferiores venham vestidos de diabo ou de formas horrendas a fazer ameaças. Com a evolução terrestre, isso não convence mais. E esses espíritos sabem muito bem disso.

No mundo animal, para que o predador possa obter sucesso, ele deve se fazer atraente para a sua presa. muitos lançam mão do mimetismo para obter uma aparência agradável para atrair a sua presa e partir para o ataque com ela bem perto. O mesmo se dá com as influências negativas desse "Espiritismo" à brasileira.

Os espíritos inferiores - que obsediam médiuns e palestrantes, fingindo ser seus mentores - se disfarçam de espíritos superiores (geralmente com aparência de anjos e padres) e escrevem lindas mensagens de paz, amor e caridade que seduzem e comovem suas vítimas para depois, através de pseudo-assistencialismo, sugar toda a energia espiritual, arruinando a sua vida para criar uma dependência que obriga a vítima a continuar se "tratando" e frequentando centros, satisfazendo a sede materialista do espírito mistificador. Parece cruel? Mas é assim que eles agem, pois sem os corpos, precisam de encarnados para satisfazer suas ânsias.

Fazer os fiéis continuarem frequentando centros e fazendo tratamentos (não existe tratamento espiritual - isso é isca para obsessões ainda maiores!) é o verdadeiro objetivo desses espíritos do mal, que, como eu disse, sugam a energia desses fiéis para satisfazer tudo aquilo que não podem satisfazer sem os corpos. Em outra postagem detalharei mais sobre essa influência nefasta disfarçada de "benévola" que caracteriza a deturpação da doutrina em nosso país.

E com isso o Espiritismo verdadeiro, após a famosa briga entre Bezerra de Menezes (vilão) e Angeli Torteroli (herói), onde o primeiro saiu vitorioso, resultando em todo os graves erros que anos depois foram consagrados através do Pacto Áureo, acordo que legitimou a deturpação em detrimento da doutrina verdadeira, só hoje começando a ser debatida pela internet.

E graças a toda essa confusão, eis que nos apresentam dois Espiritismos: o Espiritismo verdadeiro, instituído por Kardec, e Espiritismo pirata, falsificado, defendido pela FEB e seus médiuns e espíritos-estrela, como Bezerra, Chico, Divaldo, entre outros. Escolha o seu favorito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …