Pular para o conteúdo principal

Chico Xavier deveria ter parado de brincar com os filhos mortos de mães desesperadas


(Autor: Kardec McGuiver)

Uma das "muitas qualidades" que o "deus" dos pseudo-espíritas Chico Xavier tinha era o de se propor a tentar entrar em contato com os filhos mortos de senhoras desesperadas. Ao invés de consolá-las de forma responsável, referiu levar a brincadeira adiante e tentar se comunicar com os ditos cujos, ignorando que:

- Cada caso é um caso e muitos filhos podem não estar disponíveis para comunicações, por terem reencarnado ou estarem em planos distantes ou simplesmente sem interesse em se comunicar.

- A comunicação só deveria ser em última e extrema necessidade, pois há risco gigantesco de atração de espíritos mistificadores, incluindo obsessores dos filhos mortos que podem aproveitar-se da ignorância e do desespero da mãe-viúva para satisfazer sua mesquinharia.

Sabe-se que Chico Xavier nunca estudou Espiritismo, sendo um católico que conseguia falar com mortos e que entrou na doutrina como um penetra e foi manipulado para virar "líder". Ignorou as lições de Kardec e preferiu escrever livros que negavam totalmente as recomendações do professor lionês. Ganhou prestígio e influência graças a sua adequação a estereótipos de bondade e sabedoria que na pratica foram comprovados como falsos, enganando até hoje muitos seguidores e admiradores.

Essa falta de intimidade com a doutrina gerou uma irresponsabilidade que o permitiu brincar de mediunidade em oportunidades tão arriscadas quanto as "brincadeiras do copo" que adolescentes costumam fazer nas madrugadas de tédio. Mas o prestígio angariado pelo médium dá uma ilusão de responsabilidade e conhecimento, permitindo a Chico Xavier a se meter nessas enrascadas.

O que Chico Xavier deveria fazer

Xavier foi muito irresponsável em tentar se comunicar com os filhos mortos dessas mulheres. E não precisava. Se ele realmente tivesse sido responsável, preferiria sentar-se com essas mães em um lugar sossegado e tentaria convencê-las de que os filhos estão bem, que no mundo espiritual nada é pior do que na Terra, que inferno e castigos não existem e que os filhos seguiriam em seu aprendizado, ou em outras dimensões ou retornando a esta com outras identidades.

Uma falta de paciência e de otimismo por parte dessas mulheres que pensam ser donas de seus filhos, acreditando que a função de mães seria por toda a eternidade, que mereciam um aconselhamento sério e responsável vindo de alguém que realmente entenda a doutrina e não de um católico alienado que superestima a função de mãe("Nossa Senhora, me dê a mão..."), ignorando que a família é uma condição transitória, necessária apenas nos primeiros anos da vida carnal.

Esta irresponsabilidade, além de dar oportunidade de ação a espíritos mal intencionados, alimenta as ilusões desesperadas de mães materialistas que acreditam serem donas de seus filhos se tornando obsessoras daqueles que a realidade e a lógica garantem que não lhes pertencem mais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…