Pular para o conteúdo principal

O que leva os brasileiros a não questionar supostas obras "mediúnicas?

(Autor: Professor Caviar)

Por que as pessoas não costumam questionar obras ditas "mediúnicas"? Medo? Saudade? Fé? Mistério? São tantas suposições que fica muito difícil observar o que leva realmente as pessoas a aceitar as obras "mediúnicas" como se fossem verdadeiras, ainda que apresentassem irregularidades não raro muito graves.

Pesquisando um pouco os sentimentos das pessoas das cidades e vendo também as fontes da imprensa reportando as reações dos famosos, sabe-se que há sentimentos peculiares, porém não lá muito positivos, que levam as pessoas a aceitarem as supostas obras "mediúnicas". Vamos enumerar alguns desses aspectos:

1) O medo de intervir em atividades que supostamente envolvem almas de pessoas falecidas;

2) A idolatria em relação ao "médium" em questão, há muito promovido a ídolo religioso;

3) O conteúdo "positivo" das mensagens ditas "espirituais", que aparentemente não trazem ofensas;

4) A fé religiosa associada a fenômenos tidos como sobrenaturais;

5) A atribuição de filantropia das obras "espirituais", sob o pretexto de garantir alimento e abrigo aos pobres;

6) O hábito precário e superficial de leitura de livros, no caso de poder analisar o conteúdo das obras "mediúnicas" literárias;

7) A pouca intimidade com os entes queridos mortos, no caso das mensagens "mediúnicas" de familiares falecidos;

8) A crença em milagres, ou seja, a prodígios e façanhas que ocorram à margem da lógica e da realidade objetiva;

9) A ingenuidade emocional diante de atividades religiosas, que causam deslumbramento e paixão;

10) A falta de discernimento que permite apreciar a deturpação da Doutrina Espírita como se fosse o próprio Espiritismo de Allan Kardec.

São motivos tristemente peculiares que fazem do Brasil um país marcado pela incompreensão, pela falta de discernimento das coisas, pela superficialidade da análise, pelas paixões religiosas e por tantas e tantas complacências.

É isso que permite o "deixa pra lá" das supostas mediunidades, pouco importando a que nível ou ponto os nomes dos falecidos são usurpados, chegando até a batizar escolas "espíritas" pelos vários cantos do Brasil.

É esse misto de incompreensões, falta de discernimento e paixões religiosas que faz com que o Brasil permaneça nessa situação de "complexo de vira-lata", sem esboçar um mínimo progresso que faça superar as longas debilidades que atingem tanto o povo brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …