Pular para o conteúdo principal

O que leva os brasileiros a não questionar supostas obras "mediúnicas?

(Autor: Professor Caviar)

Por que as pessoas não costumam questionar obras ditas "mediúnicas"? Medo? Saudade? Fé? Mistério? São tantas suposições que fica muito difícil observar o que leva realmente as pessoas a aceitar as obras "mediúnicas" como se fossem verdadeiras, ainda que apresentassem irregularidades não raro muito graves.

Pesquisando um pouco os sentimentos das pessoas das cidades e vendo também as fontes da imprensa reportando as reações dos famosos, sabe-se que há sentimentos peculiares, porém não lá muito positivos, que levam as pessoas a aceitarem as supostas obras "mediúnicas". Vamos enumerar alguns desses aspectos:

1) O medo de intervir em atividades que supostamente envolvem almas de pessoas falecidas;

2) A idolatria em relação ao "médium" em questão, há muito promovido a ídolo religioso;

3) O conteúdo "positivo" das mensagens ditas "espirituais", que aparentemente não trazem ofensas;

4) A fé religiosa associada a fenômenos tidos como sobrenaturais;

5) A atribuição de filantropia das obras "espirituais", sob o pretexto de garantir alimento e abrigo aos pobres;

6) O hábito precário e superficial de leitura de livros, no caso de poder analisar o conteúdo das obras "mediúnicas" literárias;

7) A pouca intimidade com os entes queridos mortos, no caso das mensagens "mediúnicas" de familiares falecidos;

8) A crença em milagres, ou seja, a prodígios e façanhas que ocorram à margem da lógica e da realidade objetiva;

9) A ingenuidade emocional diante de atividades religiosas, que causam deslumbramento e paixão;

10) A falta de discernimento que permite apreciar a deturpação da Doutrina Espírita como se fosse o próprio Espiritismo de Allan Kardec.

São motivos tristemente peculiares que fazem do Brasil um país marcado pela incompreensão, pela falta de discernimento das coisas, pela superficialidade da análise, pelas paixões religiosas e por tantas e tantas complacências.

É isso que permite o "deixa pra lá" das supostas mediunidades, pouco importando a que nível ou ponto os nomes dos falecidos são usurpados, chegando até a batizar escolas "espíritas" pelos vários cantos do Brasil.

É esse misto de incompreensões, falta de discernimento e paixões religiosas que faz com que o Brasil permaneça nessa situação de "complexo de vira-lata", sem esboçar um mínimo progresso que faça superar as longas debilidades que atingem tanto o povo brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…