Pular para o conteúdo principal

Desonestidade "espírita" atraiu espíritos inferiores

(Autor: Demétrio Correia)

Deturpar o legado de Allan Kardec não pode ser visto como um probleminha de nada.

É muito mais grave do que se pode imaginar.

E não é tanto pela reputação de Kardec, por sinal até modesta, mas pelo próprio ato desonesto de trair suas ideias.

O "movimento espírita", na primeira hora, trocou Kardec pelo igrejeiro Jean-Baptiste Roustaing.

Para pirar, jogou Roustaing debaixo do tapete e fingiu recuperar as bases kardecianas originais.

Mas isso ocorreu tarde demais, quando há muito havia criado um engodo doutrinário em centenas de livros.

Portanto, ninguém deturpou a Doutrina Espírita por acidente, ou porque leram demais o Novo Testamento da Bíblia católica.

A deturpação foi feita de propósito, senão o erro não se repetiria numa quantidade enorme de livros.

Francisco Cândido Xavier não teria errado sem querer numa obra de pouco mais de seis décadas e 400 livros.

Da mesma forma, Chico Xavier não teria feito na boa-fé a defesa da ditadura militar com tanta segurança e convicção em um programa de tevê.

Os "espíritas" brasileiros não podem se eximir de responsabilidades não só de seus erros, mmas também dos graves prejuízos que causaram.

Praticaram desonestidade doutrinária ao substituir a lógica de Kardec pelo igrejismo medieval.

Na falta de concentração e preparo para o contato ccom  os mortos e, antes de mais nada, estudo, reduziram a  mediunidade a uma brincadeira de faz-de-conta.

O resultado não podia ser outro: o "espiritismo" brasileiro atraiu para si uma série enorme de espíritos inferiores, maléficos, zombeteiros.

Daí que quem entra em contato com esta doutrina sofre algum azar.

O "espiritismo" atraiu para si os retrógrados jesuítas do Brasil colonial, a partir do próprio Manuel da  Nóbrega, que virou Emmanuel.

Isso e deu pela opção do igrejista de Chico Xavier, beato católico de Pedro Leopoldo.

Pela mediunidade fingida, atraiu-se espíritos de feiticeiros, falsários e gozadores.

Pelo moralismo severo, atraiu-se espíritos de sacerdotes medievais dos mais punitivos. Pelo contexto, a pretensa modernidade atraiu também espíritos de macartistas estadunidenses.

Pelo juízo de valor de supor reajustes morais para vítimas de desgraças e tragédias prematuras, atraiu-se espíritos de autoridades do Império Romano, que resolviam desavenças pessoais pela espada ou   veneno.

A pretensa erudição atraiu espíritos de demagogos e corruptos de retórica empolada, além de juristas que manipulam as leis conforme suas ambições pessoais.

O curandeirismo, a partir do dr. Fritz, abriu as portas para  espíritos nazi-fascistas.

O "espiritismo" pode não ser a religião mais popular do país, pois o Censo registra uma adesão oficial de apenas 2%.

Mas é uma espécie de porteira para a espiritualidade mais negativa invadir o país e se espalhar nos mais diversos setores da vida humana em geral.

Como num  câncer que se espalha pelo organismo, ou como  um vírus que prejudica o computador por inteiro.

Foi Juscelino Kubitschek ajudar Chico Xavier para contrair uma maré de azar que resultou para o povo  na ditadura militar que o próprio "'médium" defendeu com muito gosto.

Os "espíritas", quando a situação permitia, fizeram essas más escolhas que propiciaram aas más energias.

É triste eles nunca assumirem isso com sinceridade e autocrítica.

Autoconhecimento eles só pedem aos outros. Nunca para si mesmos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…