Pular para o conteúdo principal

Que humanismo é esse que faz juízo de valor contra refugiados?

(Autor: Guto Albuquerque, via e-mail)

Que humanismo se pode esperar num pretenso médium com ares de falso sábio, que é o sr. Divaldo Franco? Um cara que, numa entrevista depois de um tal congresso espírita, acusa os refugiados do Oriente Médio de terem sido velhos colonizadores que dizimaram povos e culturas antigas? E disse assim, na maior segurança e tranquilidade?

Isso nos mostra o quanto se pode ferir com palavras doces. Esse tal Espiritismo que no Brasil desfigurou todo o legado de Allan Kardec obtido com muito trabalho e dor, mostra o quanto é perverso diante de todo o aparato de "amor e bondade". Gente com juízo de valor, só porque se acha em contato com o Alto e se diz comunicar com os sábios do além. Mentira, porque sabe-se que ninguém estuda nada em torno dos temas ligados à Espiritualidade e ao Além-Túmulo.

Divaldo fez algo perigoso que, em casos semelhantes, resultou até em processo por danos morais. O dito médium paulista Woyne Figner Sacchetin acusou as vítimas do acidente da TAM de terem sido "romanos sanguinários" e levou um baita processo judicial. Uma pediatra de Rondonópolis, no interior de Mato Grosso, recusou-se a atender uma menina de sete anos porque achava que ela era reencarnação de uma cortesã. Também foi processada.

Até o "mestre" de Divaldo, o "iluminado" Chico Xavier, também acusou gente pobre, que foi vítima do incêndio criminoso num circo em Niterói de ter sido uma multidão de "romanos sanguinários". E o povo apenas querendo ver um espetáculo circense, ter acusado de forma tão leviana e irresponsável pelo tal "homem chamado amor".

Quão desgraçados são aqueles que se usam do prestígio religioso para fazer juízo de valor contra pessoas pobres e humildes, preocupados com encarnações anteriores e já superadas, das quais não há nenhuma garantia se houve mesmo em relação a esses pobres coitados.

Quão desgraçados são Chico Xavier e Divaldo Franco, julgando assim gente humilde, os pobres fluminenses querendo uma diversão para aliviar suas dores da vida em pobreza, ainda que pobreza relativa, ou os refugiados do Oriente Médio que querem apenas viver com alguma dignidade e sem a ameaça de bombas caírem em suas próprias casas!

Que desgraça colheram os dois "médiuns" com tão perverso juízo de valor. Eles, os maiores deturpadores da Doutrina Espírita, que desobedecem Allan Kardec e depois o bajulam, e se protegem no prestígio religioso fabricado pelos interesses financeiros da FEB e pelos interesses religiosos da Rede Globo de Televisão!

Há de esperar humanismo nisso? Não, não há! Ver que os dois religiosos, um deles já falecido, se valer do prestígio para supor o que as multidões humildes foram, como se elas estivessem "pagando pelo que mereceram", é terrível. Isso é contra Allan Kardec, contra Jesus e revela que Chico Xavier e Divaldo Franco são, no fundo, os mesmos pseudossábios que Kardec e Jesus tanto reprovaram em seus tempos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…