Pular para o conteúdo principal

"Espiritismo" e a "masturbação com os olhos"

(Autor: Professor Caviar)

É lamentável que o "espiritismo" brasileiro mantenha sempre suas contradições, sob a desculpa do "equilíbrio", desfigurando o legado de Allan Kardec em prol de um igrejismo apoiado na falácia da "afinidade com os ensinamentos do Cristo".

A doutrina igrejista brasileira, popularizada por Francisco Cândido Xavier e Divaldo Pereira Franco - agora segue o mesmo caminho o "curandeiro" João Teixeira de Faria, o João de Deus - , "médiuns" dotados de explícito culto à personalidade, se afastou completamente dos ensinamentos do pedagogo francês, por mais que os "nossos espíritas" tentem alegar o contrário.

Tudo virou um vale-tudo igrejeiro, com o forte uso de uma técnica falaciosa chamada "apelo à emoção", em latim Argumentum Ad Passiones, ou simplesmente Ad Passiones. Essa falácia é facilmente observada numa simples busca da Internet, em que o "espiritismo" é ilustrado por imagens, textos e relatos de forte apelo emocional, aos níveis do sensacionalismo e da pieguice, e reforçados sobretudo por romances e palestras "espíritas". Tudo isso contraria a natureza racional do legado kardeciano, desfigurado a níveis dos mais ridículos.

Esse apelo emocional derramado faz com que familiares, sobretudo mães, se comportem de maneira quase debiloide quando recebem mensagens apócrifas atribuídas, oficialmente, aos filhos ou outros entes queridos que morreram. Tudo ambientado com o mais doce fundo musical, e um clima de emotividade que já é previamente produzido pelos membros da plenária de uma "casa espírita".

As doutrinárias também mostram "estórias lindas", algo que já se desenvolve a partir do próprio Chico Xavier, ele mesmo um beato católico, um caipira conservador e, portanto, um propagador de um tipo piegas de emotividade, exagerado e viscoso, que enfeitiçou multidões de coração mole e mente fraca.

Tudo vira uma espécie de "masturbação com os olhos". O êxtase da comoção fácil, em torno de estórias sobre pessoas que perdem tudo e depois obtém alguma graça, um roteiro que apenas varia nos casos pessoais aqui e ali, revela o apego à pragmática dos contos de fadas. Afinal, o "espiritismo" é um conto de fadas para adultos e idosos, através desse entretenimento de supostos "casos de superação", arremedos de velhas estórias infantis de pessoas desgraçadas que obtém alguma dádiva.

Essa prática predomina nos trabalhos "espíritas", e mais do que as apreciações pedantes dos postulados kardecianos originais. Kardec lhes é estrangeiro menos por ter nascido em outro país, no caso a europeia França, do que por representar um conjunto de ideias indigesto para os "espíritas" brasileiros.

O "movimento espírita" prefere esse recreio das comoções fáceis, essa verdadeira brincadeira das tábuas ouija mesclada com imaginário novelesco. E é o Ad Passiones que o "espiritismo" usa como instrumento para atrair e manter seguidores, oferecendo uma "água com açúcar" doutrinária que quase nada tem a ver com a lucidez do pedagogo de Lyon.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …