Pular para o conteúdo principal

Entenda o direitismo do "Espiritismo" brasileiro


(Autor: Kardec McGuiver)

O "Espiritismo" brasileiro pode até não ter declarado oficialmente, mas assume algumas posturas típicas de um direitista: conservador, aliado ao poder político-econômico e um pouco negligente com o bem estar dos mais fracos, se limitando aquela caridade paliativa que se resume a medidas para compensar a miséria que nunca é eliminada.

Mas porque o "Espiritismo" brasileiro assumiu esta postura? Por incrível que pareça, isso tem a ver com o dogmatismo da versão deturpada praticada há mais de 100 anos no Brasil. Dogmatismo que nada tem a ver com a Doutrina Espírita original codificada por Allan Kardec, hoje reduzida a mero objeto de bajulação.

O direitismo brasileiro tem muito a ver com o pré-julgamento (???!!!) feito por "espíritas" que define de forma subjetiva e com base no olhômetro quem foi que na reencarnação anterior. Mesmo condenando o pré-julgamento, com base em pontos cristãos, "espíritas" não parar de fazer julgamentos precipitados, o que rendeu o famoso caso da pediatra mato-grossense que em nome da "doutrina" e da Teologia do Sofrimento, se recusou a atender uma jovem estuprada, alegando que a jovem deveria pagar pelo que supostamente fez em outra vida. Quem é a pediatra para fazer este tipo de afirmação?

Basicamente, "espíritas" acreditam num maniqueísmo (divisão subjetiva entre seres e coisas boas e más, de maneira estereotipada) que pobres são reencarnações de maus e ricos são as pessoas bondosas que voltaram a encarnar. Um pré-julgamento feiro de forma subjetiva com base em características superficiais, sem observar detalhes e contexto.

Não é difícil imaginar os transtornos gerados por este pré-julgamento com base em estereótipos, sem levar em conta que cada caso é um caso. Cada indivíduo tem seus motivos particulares que irão traçar como será a sua reencarnação.

Uma pergunta a fazer aos sábio "espíritas": s os ricos são reencarnação dos bons, porque fazem tantas maldades? Não repararam que em séculos de humanidade, os ricos continuam tão gananciosos do que nos tempos mais primitivos da humanidade, quando as pessoas mais ricas achavam que poderiam fazer o que quiserem com as outras pessoas? Regrediram? E vão continuar regredindo, repetindo sem cessar o ciclo pobre/bom que sofre, rico/mau que prospera?

Por acreditar neste maniqueísmo absurdo, provavelmente os "espíritas" se inclinaram ao direitismo político-econômico e ao conservadorismo social. Não por acaso, a maioria dos fiéis do "Espiritismo" brasileiro pertencem a uma elite de mente fechada e senso precário de altruísmo. E este senso precário lhes fecham os olhos e ouvidos para opiniões mais sensatas.

Isso é mais um sinal de que o "Espiritismo" brasileiro está cada vez mais longe do Espiritismo original, codificado por um educador socialista (de esquerda) que queria mudar o mundo educando a mente das pessoas. No Brasil, preferiram a fé cega do igrejismo confortável, que mantém as elites sossegadas, alegremente abraçadas aos seus velocinos de ouro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…