Seguidores de Chico Xavier são pessoas incapazes de melhorar a sociedade

 
(Autor: Kardec McGuiver)

Diz a tradição que quem se acha na necessidade constante de provar alguma coisa, é porque não é essa coisa. Rótulos são coisas que os incapazes fazem questão de ter para poderem ser aprovados pela sociedade e usufruir dos benefícios que só se pode conseguir com aprovação alheia.

E nada melhor do que posar de altruísta sem mover uma palha para melhorar a sociedade. Acreditam muitos que "os bons são maioria" mas vemos a sociedade do jeito que está, cada vez mais injusta e incompetente. Não sabemos ainda resolver preconceitos e injustiças. E muita gente ainda continua sofrendo na sociedade, sem ter uma mínima oportunidade para sair e sua situação.

Curiosamente estamos cada vez mais egoístas, mais desconfiados, mais exigentes. Mas pensamos que somos"do bem" só porque não praticamos a maldade estereotipada, aquela que supostamente parece ser exclusiva de bandidos e políticos. Mas somos maldosos sim. Praticamos maldades, inúmeras maldades, que a estigmatizantes regras sociais nao definem como tais. Mas o que importa? Há sempre uma frasesinha dita por uma liderança religiosa para nos emprestar a máscara da bondade. 

Nas redes sociais estão aumentando a publicação de frases atribuídas a Chico Xavier, considerado erroneamente o "homem mais bondoso da Terra" e por isso mesmo detentor não somente de poderes sobre-humanos como também de estranhos privilégios, como o de nunca assumir os erros que cometeu, jogados sob a responsabilidade de terceiros.

Acreditam os incautos que postam estas frases - muitas ditadas por espíritos perversos disfarçados de "mestres bondosos", pois Xavier nuca teve controle sobre sua mediunidade - que postando-as, estão contribuindo para a "melhoria" da sociedade. Tolinhos...

Mas a verdade tem que ser dita: há décadas a influência de Xavier e inútil para a melhoria social e seu mito serve mais de conforto, de água com açúcar a ser dada por quem não está disposto a melhorar a sociedade. Ou seja, Chico Xavier é uma covarde fuga dos problemas. Coerente pois o médium irresponsável tido como "evoluído" era uma pessoa medrosa.

Xavier era um católico fervoroso, daqueles que andam com uma pequena imagem de santa no bolso coo "proteção". Nada tinha de cientista e era basicamente irracional. Há quem diga que tinha problemas mentais, o que não acho impossível. Xavier acreditava apenas no poder da fé, como se acreditar em algo, por mais absurdo que fosse, compensasse a falta de raciocínio. 

Segundo a mitologia atribuída a ele, mesmo sem raciocinar corretamente, atingiu a "evolução máxima" e não precisou mais reencarnar (ô malandro cheio de privilégios!). Totalmente contra o que Kardec diz em seus livros e se Deus existe, Xavier O enganou direitinho, pois ainda tinha muita coisa que o tolo médium de Pedro Leopoldo tinha que aprender.

E os seus fãs, mais ignorantes que o ignorante médium, continuam nessa de acreditar que a publicação de um monte de frasesinhas tolas de auto-ajuda atribuídas a seu ídolo, vai mudar a sociedade para melhor. na verdade não passam de consolo, tão útil quanto um desentortador de bananas, a manter essa sociedade na inércia total, assistindo em um camarote precário e fedido o "grandioso" desfile de problemas insolúveis diante dos seus olhos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria