Pular para o conteúdo principal

A verdadeira identidade de André Luiz finalmente revelada - parte 1

(OBS de Profeta Gandalf): Uma das figuras mais controversas do Movimento Espírita brasileiro com certeza é o espírito que atende pelo singelo nome de  André Luiz. 

Sem existência comprovada, sem fotografias, de uma suposta evolução espiritual praticamente automática e de obras cheias de absurdos, aceitos sem contestação pelos seguidores de uma doutrina supostamente racional, mas que não analisa nada, Luiz foi obra de um autêntico pseudo-sábio disposto a vandalizar a doutrina, desviando os seus seguidores do bom senso, colocando suas crendices pessoais como se fosse um "complemento" a codificação karceciana.

Desmascarar esse picareta é uma honra e prova de respeito, pois Kardec mesmo havia alertado mais uma vez da necessidade de desmoralizar esses farsantes. Acabar com a mentira, embora poucos percebam, também é uma forma de caridade.

A VERDADEIRA IDENTIDADE DE ANDRÉ LUIZ FINALMENTE REVELADA

Eduardo José Biasetto - Obras Psicografadas

O blog Obras Psicografadas traz com exclusividade a verdadeira identidade do espírito André Luiz, que escreveu diversas obras por meio de Chico Xavier. Não, André Luiz não é Oswaldo Cruz, nem Carlos Chagas, muito menos Faustino Esposel. No texto a seguir, uma republicação que sofreu acréscimos e modificações consideráveis de Eduardo José Biasetto, não só serão oferecidas provas cabais que impossibilitam a identidade do espírito com tais personagens, como demonstrar-se-á que nem brasileiro o espírito é. Aliás, sequer masculino. Essa é uma das análises mais importantes e sérias de todo o blog, tanto que estou disponibilizando o texto em pdf para ser distribuído ao movimento espírita brasileiro.

UMA ANÁLISE CRÍTICA DO LIVRO NOSSO LAR E CONTESTAÇÃO DA EXISTÊNCIA DO
ESPÍRITO ANDRÉ LUIZ[1]

Eduardo José Biasetto[2]

INTRODUÇÃO[3]

Como simpatizante da doutrina espírita há mais de vinte anos, sempre cultivei grande admiração pela obra literária e pelas ações beneficentes de Chico Xavier. De minha parte, nunca houve a intenção de desmerecer o espiritismo e, em particular, a história e as atividades do carismático personagem de Pedro Leopoldo. Todavia, em face das inúmeras evidências apresentadas no blog de Vitor Moura Visoni[4], intitulado Obras psicografadas, apontando plágios em diversos livros creditados a espíritos-guias do famoso médium espírita mineiro, fiquei profundamente perplexo: seria possível que Xavier tivesse simplesmente inventado todas as histórias que alegou ter obtido através de sua mediunidade?

Antes de tudo, desejando responder minha própria indagação, analisei as obras A vida além do véu (suposta psicografia de George Vale Owen) e o Nosso lar (suposta psicografia de Xavier), alcançando a seguinte conclusão: há indícios muito fortes de que Xavier leu A vida além do véu, deixando-se influenciar tão profundamente por esta obra que a utilizou na elaboração, dentre outros livros atribuídos ao espírito André Luiz, de o Nosso lar[5].

Sendo assim, passei a considerar bastante questionável a alegada mediunidade de Xavier, para não dizer que talvez tenha sido “totalmente falsa”. Tal constatação (somada a outras informações, algumas obtidas no blog citado) levou-me a formar as seguintes convicções: creio que Xavier possuía muita facilidade para aprender, grande gosto pela leitura, disciplina e amor ao próximo (além de conflitos emocionais decorrentes do trauma causado pela morte de sua mãe quando criança); descobriu o espiritismo, participou de algumas sessões, talvez possuísse algum tipo de “paranormalidade”; no Centro Espírita, foi incentivado a “psicografar”, gostou da idéia e não parou mais de escrever. Se não tivesse caminhado no sentido da “psicografia”, talvez pudesse ter oferecido alguma contribuição real ao espiritismo, escrevendo como pesquisador e admirador do tema. Talvez tivesse escrito apenas um terço dos mais de quatrocentos livros que afirmou ter psicografado, que seriam respeitados, pois autênticos. Contudo, na condição de “médium psicógrafo”, ainda que tenha produzido grandes trabalhos, também cometeu as falhas que estão vindo à tona através de pesquisas e análises sérias, tais como as desenvolvidas por Visoni.

Com o fito de demonstrar o que digo, apresento aqui alguns trechos da minha pesquisa, deixando ao leitor a liberdade de tirar suas próprias conclusões.

AMANHÃ: NOTÍCIAS HISTÓRICAS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …