Pular para o conteúdo principal

O caminho árduo do esclarecimento

(Autor: Kardec McGuiver)

Vocês não sabem como é difícil manter este site. Mais difícil ainda é alcançar o nosso objetivo de revelar as verdades de uma doutrina desonesta, que não se decide entre o caminho de ser fiel a filosofia que a originou e o caminho fácil do igrejismo que atrai multidões. Preferiu o segundo, embora na sua propaganda, viva falando do primeiro. 

Nunca assumiu o que fez e faz na prática, o que caracteriza uma desonestidade doutrinária. Como "espíritas" nunca assumem o que são na prática, nosso trabalho é o de mostrar a verdadeira cara do "Espiritismo" brasileiro. Mostramos que a versão deturpada da doutrina francesa é na teoria uma, na prática outra. Que o seu lado científico é falso e só serve para dar credibilidade a um monte de dogmas absurdos que são facilmente aceitos por quem não tem o hábito de raciocinar com esmero.

Claro que tudo não começou com a entrada do intruso católico Chico Xavier. A doutrina já chegou aqui deturpada, pois as ideias de Jean Baptiste Roustaing, o verdadeiro mestre do "Espiritismo" brasileiro eram mais cômodas para os dissidentes católicos que fundaram a versão brasileira da doutrina. Mas foi com Chico Xavier (provavelmente reencarnação de Roustaing) que a deturpação se consagrou e emperrou de vez a doutrina, transformando-a numa seita como quaisquer outras.

Denunciar isso não é uma missão fácil. Foi criada uma gigantesca e prestigiada força-tarefa para blindar Chico Xavier e outras lideranças da seita, o que fez com que a reputação do beato católico, supostamente tido como paranormal, ganhasse um poder de influência colossal e surreal. Com ele, os enxertos de sua fé católica, além de outros importados de outras crenças e ideologias (como a das crianças índigos, tese criada por um casal de vigaristas americanos) foram colocadas na doutrina, lambuzando a doutrina que deveria ser séria, mas hoje parece um desfile carnavalesco.

Com ajuda da mídia, Chico Xavier ganhou dimensões assustadoras. Acabou sendo confundido como uma divindade viva, mesmo que a doutrina original tenha confirmado esta impossibilidade. Foi considerado o maior filantropo brasileiro fazendo algo inferior ao que muitas ONGs e instituições já faziam. Suas "lições" não conseguiram transformar a sociedade brasileira. Curiosamente, entre seus admiradores, estão as pessoas mais retrógradas do país, várias delas hoje - algumas pagas para isso - escrevendo mensagens de ódio pela internet.

Chico Xavier se agigantou. Há quem acredite que ele seria o próprio Deus encarnado. A maioria acha isso um exagero, mas não deixa de exagerar também na importância do suposto médium, cuja imagem consagrada é o de uma divindade superpoderosa. Se não é o próprio Deus, Xavier é tratado como, no mínimo, um semi-deus. Talvez mais que isso, um vice-deus. E combater alguém tratado como um vice-deus é uma tarefa bastante complicada.

Sempre é bom alertar que o nosso conteúdo não pode ser  acusado de caluniador e difamador. As informações aqui contidas são baseadas em fatos reais e confrontadas com o que está nos livros de Kardec e o que e observado na prática. Não temos interesse de derrubar Chico Xavier e sim de desmascará-lo. 

Se Chico Xavier tivesse assumido a sua crença e ficado na sua rezando o terço qe ele gostava tanto, sem se intrometer na doutrina dos outros, este site nunca teria existido. Xavier enganou a todos, praticou inúmeras fraudes, a maior delas a de se fingir adepto da doutrina que ele NUNCA ESTUDOU. Sua influência foi de fato maléfica e serviu para travar a evolução espiritual de seus seguidores e admiradores.

Estamos cada vez mais atrasados. Muitos desejam a volta, pelo menos na essência, da Idade Média, adaptada para o contexto atual. Xavier, seguidor de um Catolicismo que os católicos nem querem mais saber, contribuiu bastante para o atraso mental do povo brasileiro. O compromisso da doutrina original codificada na França foi para o ralo e hoje temos uma seita de fé cega a difundir contradições em palestras nos centros do país todo.

Sabe-se que o "Espiritismo" brasileiro foi um fracasso. Segundo pesquisas sobre religião pelo IBGE, nunca passaram dos 2%. E a tendência é cair ainda mais, pois as lideranças "espíritas" nunca cumprem o que prometem: uma doutrina racional e transformadora. 

O festival de mentiras, absurdos e contradições somadas a adesão a sadomasoquista Teologia do Sofrimento e do apoio explícito à Ditadura Militar e o apoio discreto ao golpe de 2016, provam que a versão brasileira da doutrina está definitivamente rompida com Allan Kardec, este mero objeto de bajulação para "espíritas" brasileiros.

Continuaremos nossa luta pelo esclarecimento ate não podermos mais. Enquanto isso, centros continuam a enganar seguidores sedentos por mensagens de pieguice vazia. Todo o árduo trabalho do codificador francês foi literalmente jogado no lixo. Cabe a nós o igualmente árduo trabalho de devolver a descartada sensatez à Doutrina Espírita.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…