O mundo não está se evoluindo, infelizmente

(Autor: Profeta Mentalista)

As profecias maias se referem a hoje como o dia do fim do mundo. Porém, para os espíritas e mais ainda para os espiritólicos (integrantes desse "Espiritismo" sincrético e dogmático que existe por aí, controlado pela FEB, 95% dos que se assumem "espíritas" no Brasil, adeptos de Chico Xavier e médiuns similares), é uma época de transformações, onde supostamente o planeta Terra entraria numa nova fase, a de regeneração. Como os espíritos alertaram para Kardec que nada acontece com datas marcadas, é bom desconfiar desta tese. Até porque evidências mostram o contrário.

Não consigo ver nenhum sinal de evolução espiritual que possa alavancar a evolução espiritual da humanidade. Até observo o contrário. Estamos caminhando para trás, com sério risco de recuperarmos a trogloditice dos primórdios. Estamos desaprendendo tudo. Os valores todos caíram. Já valores antiquados, sejam moralistas, sejam pervertidos, que deveriam estar esquecidos, estão sendo retomados integralmente. Uma lástima.

Sobretudo no Brasil, é mais nítido esta estagnação. O emburrecimento coletivo, agravado pelo sistema educacional falho e pela submissão de todos à mídia, que se tornou, infelizmente, reguladora das regras sociais, é uma prova incontestável de que paramos na evolução intelectual, moral, cultural e sentimental. Como achar que estamos evoluindo desta forma?

Somente a credulidade da fé cega, junto coma falta de informação e ausência de discernimento para aceitar que o planeta esteja evoluindo desta forma. definitivamente não está.

Claro que vai evoluir um dia, mas vai demorar muito, milênios para isso acontecer. Sem data marcada, apenas com o avanço intelectual da humanidade e a morte definitiva da fé cega, que ainda é considerada qualidade em nossa sociedade tão ingênua.

O "terceiro milênio" dos místicos foi adiado. Não sei para quando. Mas com absoluta certeza, será para não antes de mil anos contados a partir deste instante. Até lá, temos muita coisa para aprender.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria