Neil deGrasse Tyson derruba Chico Xavier e Divaldo Franco

(Autor: Kardec McGuiver)

A lógica deve sempre se sobre por a fé. Fé é ilusão e sempre deve dar lugar a razão nas horas e situações onde devemos entender a realidade. Fé não explica, só complica.

Mas os "espíritas" brasileiros só querem saber da ciência quando ela serve para autenticar as bobagens que eles acreditam por causa de sua fé cega. É triste saber que no Brasil a ciência é limitada a ser uma espécie de cartório autenticador de ilusões, do contrário que o codificador queria.

Mas a ciência sempre ganha da fé e derruba qualquer asneira que nasça das mentes ingênuas de quem prefere a fé do que a razão. Afinal ter fé é ótimo para preguiçosos intelectuais.

Sabem da tolice chamada "planeta chupão"? Aquela lenda de que iria chegar aqui um planeta que iria sugar os piores habitantes da Terra (piores??!!) para que a mesma pudes se evoluir, sem a presença dos que supostamente atrapalhassem a evolução? Que está presente em Data Limite, teoria conspiratória lançada por Geraldo Lemos Neto com base em um sonho banal de Chico Xavier? Que é largamente difundido nas rebuscadas e delirantes (pra não dizer enroladoras) palestras de Divaldo Franco? Aquela que dá curiosos nomes ao tal planeta, X, Nibiru, Nimburus, Jaburu, Alcione, Hercolubus e outros tantos?

Pois é. Um cientista acaba de demolir com a mais absoluta tranquilidade de quem conhece as evidências (e não a fé) a teoria conspiratória lançada pelos "espíritas" brasileiros. Neil deGrasse Tyson, astrofísico consagrado, portanto com amplo ganho de causa, garantiu, com poucas e claras palavras (viu, Divaldo enrolão?) que o tal "planeta chupão" não existe.

Ou seja, enquanto os "espíritas" desfilam palavras e mais palavras para tentar provar o improvável, vem um cientista e rapidamente saca sua sabedoria e derruba os gurus da seita de papalvos.

Quem sabe não enrola. Quem sabe prova com rapidez e clareza que a razão sempre vence a fé!

Valeu, Neil deGrasse Tyson! Desmascarar impostores é uma forma de caridade!

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria