Pular para o conteúdo principal

A frase sobre mesmice e mudança por Chico Xavier

(Autor: Professor Caviar)

Mais um joguinho de palavras de Francisco Cândido Xavier, desta vez com uma frase ainda mais simplória, que, como se não bastasse estar desprovida de sabedoria, é uma frase ainda supérflua, que, se não tivesse sido dita, não teria feito qualquer diferença.

Vejamos: "É uma coisa horrorosa a gente saber que precisa mudar e continuar sendo o que é!".

Essa frase poderia ser dita até pelas letras mais rasteiras do pop comercial. Imagine em inglês: "The most terrible thing / We must to know / To need to change / And being the same". Qualquer Justin Bieber da vida escreveria uma banalidade dessas sem virar gênio algum.

E que contexto essa frase tem? Muito vago! A frase é crua, sujeita a mil interpretações, o que indica falta de clareza, sendo uma frase que parece simples mas é bastante truncada. A literatura espírita original já nos preveniu dos deturpadores que trazem ideias truncadas, mesmo aquelas travestidas de mensagens simples ou humildes. Isso porque o aparato de clareza acaba sendo muito falso, porque o sentido da frase não traz uma ideia clara do que ela seja, ainda que a ideia pareça bastante simples.

Chico Xavier era conservador em toda sua vida. Um católico ortodoxo que só diferia de Gustavo Corção por não adotar, aparentemente, um discurso agressivo ou rancoroso, além de praticar alegada paranormalidade. Portanto, era um sujeito que pregava a "mudança" só daqueles que não eram conservadores e que tinham que aderir ao conservadorismo social, cultural e religioso.

Quando, no entanto, se tratam de ideias conservadoras, elas simplesmente "não precisam mudar": o igrejismo religioso, o moralismo retrógrado, a "fraternidade" bovina que renega ou subestima a individualidade humana (que não deve ser confundida com individualismo), a devoção mística, a beatitude fanática da fé cega (tida como "raciocinada") etc.

Aí são coisas que "não precisam mudar", porque as pessoas estão de acordo com as perspectivas igrejeiras e conservadoras do "espiritismo" brasileiro. Diante disso, não há problema em virar escravo da mesmice, orando em silêncio, aguentando desgraças e consentindo com os privilégios abusivos dos afortunados da sorte.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Um grave equívoco numa frase de Chico Xavier

(Autor: Professor Caviar)
Pretenso sábio, o "médium" Francisco Cândido Xavier é uma das figuras mais blindadas do "espiritismo" brasileiro a ponto de até seus críticos terem medo de questioná-lo de maneira mais enérgica e aprofundada.
Ele foi dado a dizer frases de efeito a partir dos anos 1970, quando seu mito de pretenso filantropo ganhou uma abordagem menos confusa que a de seu antigo tutor institucional, o ex-presidente da FEB, Antônio Wantuil de Freitas. Nessa nova abordagem, feita sob o respaldo da Rede Globo, Chico Xavier era trabalhado como ídolo religioso nos moldes que o jornalista católico inglês Malcolm Muggeridge havia feito no documentário Algo Bonito para Deus (Something Beautiful for God), em relação a Madre Teresa de Calcutá.
Para um público simplório que é o brasileiro, que anda com mania de pretensa "sabedoria de bolso", colecionando frases de diversas personalidades, umas admiráveis e outras nem tanto, sem que tivesse um hábito de lei…