Sincretismo Católico e Evangélico no Movimento Espírita


(Autor: Profeta Mentalista)

O espiritismo praticado no Brasil é uma verdadeira gororoba. Sob o pretexto de supostamente "atualizar" (sic) a doutrina codificada por Kardec, vale qualquer coisa, desde a adoção de teses fantasiosas, a priorização da pieguice e o enxerto de rituais de outras religiões.

Listo aqui o que o Movimento Espírita brasileiro enxertou do catolicismo e do protestantismo em sua prática, coisas que nada tem a ver com a proposta original do espiritismo, ajudando a desviar cada vez mais do caráter científico defendido durante o processo de codificação.

Enxertos católicos no Movimento Espírita:

MARIOLATRIA - O culto a Maria é um estranho enxerto do Catolicismo, já que não há nenhum fato concreto que evidencie a superioridade moral da mãe de Jesus e nem a sua importância prática para a evolução da humanidade. Me parece apenas uma versão ampliada - e desesperada - do amor filial, na tentativa de forjar uma espécie de "mãe da humanidade". Sinceramente prefiro cultuar as mães da invenção de Frank Zappa. Pelo menos ajuda a evoluir a cultura da humanidade.

CELIBATO DOS MÉDIUNS - Curioso, mas os médiuns mais famosos do Brasil, como Chico Xavier, Divaldo Franco e José Medrado não tem vida afetiva. Mesmo que isso seja decisão pessoal deles, é impossível evitar a comparação com o celibato imposto aos sacerdotes católicos.

CARIDADE MATERIAL - Tudo bem, ajudar os outros é ótimo. Mas nota-se que os centros estão se dedicando quase que exclusivamente à caridade material, se esquecendo da caridade moral e mais ainda da caridade intelectual, já que seus cursos de "estudo" mais parecem catecismo oco adaptado ao movimento.

FESTAS E EVENTOS - Lembram das quermesses católicas? Pois é. O Movimento Espírita também tem as suas quermesses, com quase nenhuma diferença.

EVANGELIZAÇÃO - Catequismo católico puro, cuspido e escarrado. A única diferença é que fala da vida pós-morte. O resto é puro catolicismo.

SANTOS E SACERDOTES ESPÍRITAS - O culto aos médiuns-gurus e aos espíritos de maior visibilidade se assemelham e muito com o culto a santos e sacerdotes, com direito ao mesmo fanatismo cego e irracional.

FREQUÊNCIA A CENTROS ESPÍRITAS - "Você já foi a missa no domingo? Não foi? Xiiii...". A obrigatoriedade de se ir aos centros é a mesmíssima coisa.

RITUAIS COM HORA E DATA MARCADA - Espiritismo não tem ritual e muito menos firma hora marcada para os mesmos. Orações e estudos devem ser feitos com espontaneidade, não como se fizessem parte de algo feito para "agradar" aos espíritos.

MENSAGENS DE AMOR, PAZ E ESPERANÇA - Prioridade absoluta no Movimento Espírita brasileiro, as mensagens desses tipos dão um caráter piegas a doutrina e corrompem ainda mais a mesma, eliminando de uma vez por todas o caráter racional do Espiritismo. Não dá para enxergar um futuro melhor sem racionalidade, senão tudo vira fantasias que podem resultar em decepções profundas.

UMBRAL E COLÔNIAS - Nem é preciso pensar muito para perceber que são o inferno e o céu católicos traduzidos para o entendimento da doutrina, apenas alterando nomes e algumas características.

BRASIL, TERRA ESCOLHIDA - Lembra muito a tese da Terra como o centro do universo, muito defendido pela igreja na Idade Media, mas atualmente negado pelo catolicismo. Lembra também a tese do "povo escolhido" dos judeus. Deus não tem preferência nenhuma por povos. Se é estranho para os país da Terra, espíritos em aperfeiçoamento, terem preferência por filhos, imagina o Pai Celeste, a perfeição absoluta!

ÁGUA FLUIDIFICADA - Embora ainda não tenha uma opinião formada a respeito - preciso ler mais sobre magnetismo - me parece que a tese da água fluidificada é uma adaptação da água-benta católica.

Enxertos protestantes no Movimento Espírita:

VITÓRIA EXCLUSIVA ATRAVÉS DA FÉ - Fé, fé e fé. Apenas com a fé se chega ao objetivo desejado. Não é o que os protestantes de diversos ramos insistem em dizer?

MÚSICA COMO AMBIENTAÇÃO - A utilização de musicas piegas como meio de "purificar" o ambiente e "sintonizar" os espíritos "superiores", vem favorecendo o surgimento de uma espécie de "gospel espírita". Apesar de incluir muitas músicas católicas no cancioneiro "espírita", o hábito de superestimar a musica nos eventos do Movimento Espírita, é herdado dos protestantes.

DEFESA AGRESSIVA DAS CRENÇAS - O hábito que os espiritólicos ou petencospíritas tem de acusar os "ortodoxos" (espíritas que, como eu, desejam a volta do caráter científico original da doutrina) de "obsediados" e de "sintonizados com os maus espíritos", lembra bastante a acusação dos protestantes aos que criticam seus rituais de "pactuados com o demônio".

SESSÕES DE DESOBSESSÃO - Semelhantes aos exorcismo protestante, em muitos casos não possui caráter de estudo científico. São válidos quando utilizados para melhorar a índole de espíritos levianos, mas a prática em vão soa puro exorcismo barato, que é desnecessário.

A ESTRUTURA FÍSICA DOS CENTROS - A aparência e o modo como são organizados os centros espíritas se parecem muito com o ambiente das igrejas protestantes, a começar pela distribuição das cadeiras e a posição da mesa/palco.

VAI CORRER A SACOLINHA! - Muitos centros pedem ajuda financeira com o proposito de ajudar as obras dos mesmos. Muitos realmente utilizam as doacoes nessas obras, mas sempre ha quem prefira utilizar em causa propria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria