O Que Não É Espiritismo

(Autor: Arthur Felipe Azevedo)

Dentro de nossa proposta de levar ao conhecimento geral o que é a Doutrina Espírita, em oposição aos que propõem um ecletismo ilógico e até mesmo absurdo no Movimento Espírita, listaremos aqui algumas práticas e conceitos que nada têm a ver com o Espiritismo, embora sejam divulgadas em alguns núcleos sincréticos como sendo corroboradas pela Doutrina.

Sabemos que o povo brasileiro tem uma forte tendência ao sincretismo, sendo que espíritos e indivíduos encarnados têm explorado tal atavismo com o intuito de promover, intencionalmente ou não, a confusão, com o qual desejam minar a proposta espírita, tal qual foi feito com o Cristianismo, transformado em uma autêntica colcha de retalhos devido às centenas de interpretações e desinteligências entre seus adeptos ao longo do tempo.

Vamos, então, a essa extensa lista:

1 - Kardecismo (termo impróprio e não presente na Codificação);
2 - Crença na existência de "almas gêmeas";
3 - Incorporação (termo inexato, uma vez que nenhum espírito "entra" no corpo de um encarnado);
4 - Apometria (tema tratado aqui);
5 - Animais no plano espiritual (saiba mais clicando aqui);
6 - Médiuns perfeitos (veja mais aqui);
7 - Mesa branca (a toalha colocada sobre as mesas dos Centros pode ser de qualquer cor, e nem há "linhas" espíritas. O Espiritismo é um só, aquele codificado por Allan Kardec a partir de 1857);
8 - Assistencialismo institucional (a proposta espírita visa o esclarecimento, a caridade moral. Centros podem ou não dedicar-se à caridade material. Leia interessante artigo sobre o tema clicando aqui);
9 - Hinário "espírita" (o Espiritismo dispensa cantorias ou espetáculos de adoração exterior);
10 - Exilados de Capela (teoria sem comprovação e sem embasamento doutrinário. Vide mais clicando aqui);
11 - Sincretismo (o Espiritismo possui axiomas e princípios que lhes são próprios, não se coadunando com práticas de movimentos religiosos, embora respeite todas as religiões e identifique alguns dos seus ensinos como sendo reflexos da Verdade);
12 - Idolatria a médiuns e espíritos;
13 - Mariolatria (o fato de ter sido mãe biológica de Jesus nada tem a ver com sua suposta elevação espiritual. "O que é da carne é da carne, o que é do espírito é do espírito");
14 - Obrigação de "frequência" a centro espírita;
15 - Consulência;
16 - Casamentos, batizados, bençãos e formaturas;
17 - Culto no lar (saiba o porquê clicando aqui);
18 - Uso de imagens, altares, pinturas, símbolos, velas, pirâmides, incensos, defumadores, banhos de "descarrego", amuletos e talismãs;
19 - Simpatias;
20 - Prece mecânica e/ou decorada (Estude a respeito aqui);
21 - "Dono" de centro espírita;
22 - Corrente de orações;
23 - Vegetarianismo (veja mais aqui);
24 - Astrologia ou adoção de signos astrológicos (veja mais aqui);
25 - Planeta chupão(veja mais aqui);
26 - Virgindade de Maria e outros mitos bíblicos como Adão e Eva, Arca de Noé, etc.;
27 - Comemoração de datas religiosas;
28 - Elementais (duendes, fadas, etc.);
29 - Crianças índigo, cristal ou equivalentes (vide o artigo sobre Divaldo Franco clicando aqui);
30 - Corpo fluídico de Jesus (teoria rustenista inspirada no docetismo que não encontra respaldo na Doutrina. Jesus teve um corpo carnal, como todos nós);
31 - Vale dos suicidas, dos drogados, dos tatuados, etc.;
32 - Jesus como "salvador", "cordeiro de Deus", etc.;
33 - Crença na existência de alguma "Casa Máter" do Espiritismo;
34 - Brasil como pátria escolhida por Deus, "coração do mundo, pátria do Evangelho";
35 - Crença em Anticristo, Satanás, inferno e penas eternas (estude o tema aqui);
36 - Rituais, simpatias, novenas, mantras ou utilização de quaisquer bebidas (alcoólicas e alucinógenas) antes, durante ou após as reuniões.

*Artigo inspirado em tópico presente na Comunidade "Eu Sou Espírita", na Rede Social Orkut.

------------------------------------------------------------

Observações de Profeta Gandalf:

OBS¹: Com a coincidência de exatos dois anos, encontrei essa maravilhosa lista que mostra tudo aquilo que não faz parte da doutrina codificada por Kardec, mas que é insistentemente relacionada à doutrina, criando um falso estereótipo que só atrapalha a compreensão da mesma, num vigoroso obstáculo à evolução espiritual, sobretudo no aspecto intelectual.

OBS²: Os links não ativos aparecem ativos na postagem original.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria