Pular para o conteúdo principal

"Bondade" não apaga a cicatriz da deturpação

(Autor: Professor Caviar)

Infelizmente, muitos seguidores de Francisco Cândido Xavier e, por associação, de Divaldo Pereira Franco, tentam atenuar suas graves ações de deturpação da Doutrina Espírita sob o pretexto de que, "pelo menos", os dois "se dedicaram à caridade".

Usam a "bondade" como justificativa da validação dos dois supostos médiuns, que já distorcem tudo que Allan Kardec escreveu e recomendou, e mesmo assim há, no Brasil, quem queira recuperar as bases kardecianas com os dois "médiuns" mantidos como enfeite.

A "bondade" não pode estar a serviço da mentira e da mistificação. Ela não apaga a cicatriz da deturpação. Caridade não pode ser moeda de pagamento para o custo caro da fraude, da falsificação e da exposição de ideias equivocadas.

O "espiritismo" brasileiro se valeu pela deturpação grave, em que o cientificismo kardeciano foi substituído pelo igrejismo herdado por Jean-Baptiste Roustaing, o primeiro deturpador da Doutrina Espírita, já em plena França de Kardec. O advogado Roustaing foi muito querido pelo "movimento espírita", mas hoje a deturpação tornou-se mais hipócrita, quando o autor de Os Quatro Evangelhos foi renegado no discurso, mas suas ideias mantidas quase integralmente, até porque elas foram devidamente adaptadas por Chico Xavier.

Deturpar já é uma atitude de extrema gravidade, porque indica desonestidade doutrinária, que se alia a práticas duvidosas em que a mediunidade de faz-de-conta apela pela falsidade ideológica dos "autores do além". Isso envolve enganação, exploração da boa-fé das pessoas, manipulação da emoção dos outros, o que já é uma coisa deplorável.

Dizer que isso pode ser compensado com "bondade" e "caridade", com exibição de crianças tomando sopinha, idosos doentes dormindo tranquilos etc. Embora esse alerta seja desagradável, vale por uma comparação bem simples.

Imagine um político corrupto que diz que investe numa creche. Imagine o dinheiro da corrupção aplicado em ações "filantrópicas". Imagine seitas religiosas que usam escolas para manipular religiosamente seus alunos, sob a desculpa de ensinar matérias e valores de cidadania?

Ninguém vai dizer que fulano é "bondoso" por isso. E até grupos mafiosos, nos EUA, também investiram em "filantropia" e não se tornaram "maiores exemplos de caridade" por isso. Também se usa "caridade" para "lavagem de dinheiro", "lavagem de cérebros" e outras "limpezas".

É uma comparação dura e grave, mas mostra que a ideia de bondade não pode estar a serviço da mentira e da mistificação. Não se justifica a mentira pela bondade do mentiroso. Isso é um absurdo. Se houve deturpação na Doutrina Espírita, isso é uma ferida muito grave na reputação do deturpador, que não pode ser poupado nessa reprovação severa porque fez para enganar as pessoas. 

Considerar que primeiro enganar as pessoas e depois dizer que ajuda o próximo é um grande equívoco que só faz legitimar a deturpação, ao glorificar os deturpadores. E isso nada tem a ver com a verdadeira bondade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…