Pular para o conteúdo principal

Emmanuel encarou o feminismo com sarcasmo

(Autor: Professor Caviar)

tido como "moderno", "progressista" e "futurista", o "espiritismo" brasileiro, na verdade, é uma das mais retrógradas seitas religiosas do Brasil. Marcada pela mistificação herdada por Jean-Baptiste Roustaing, a doutrina brasileira se dissimula hoje na postura dúbia de bajular Allan Kardec e o conhecimento científico, de um lado, mas praticar as mistificações e o moralismo igrejistas, de outro.

Portanto, isso não impede que o "espiritismo" venha com posições ultraconservadoras aqui e ali, e o machismo é uma delas, conforme se observa nesta comparação em palavras exatas.

Confrontamos uma declaração que Allan Kardec escreveu na Revista Espírita de janeiro de 1866, no qual ele, até pelo fato de ser marido de uma importante intelectual francesa, Amélie Gabrielle Boudet, exaltava o feminismo:

"(...) com a Doutrina Espírita, a igualdade da mulher não é mais uma simples teoria especulativa; não é mais uma concessão da força à fraqueza, é um direito fundado nas mesmas Leis da Natureza. Dando a conhecer estas leis, o Espiritismo abre a era de emancipação legal da mulher, como abre a da igualdade e da fraternidade."

Isso no século XIX, quando o movimento feminista mal começava a florescer no velho mundo e a opressão machista ainda recebia os primeiros questionamentos. No Brasil, onde o machismo era uma ideologia cheia de justificativas aqui e ali, ainda tinha que encarar, no "moderníssimo espiritismo" local, uma declaração puramente machista de Emmanuel, o "mentor" de Francisco Cândido Xavier, o tão "popular" Chico Xavier "amigo das mulheres" - chegaram a atribuir a ele encarnações passadas de mulheres importantes (?!?!) - e "notável ativista brasileiro".

Emmanuel lança um comentário bastante irônico e jocoso, um verdadeiro sarcasmo ao feminismo, embora travestido de conselhos morais "valiosos", no livro O Consolador, de 1941, época em que o feminismo no Brasil era um movimento incipiente. No livro Emmanuel expressa seu machismo explícito e demonstra uma mal disfarçada reprovação à luta das mulheres pelos seus direitos:

"A ideologia feminista dos tempos modernos, porém, com as diversas bandeiras políticas e sociais, pode ser um veneno para a mulher desavisada dos seus grandes deveres espirituais na face da Terra. Se existe um feminismo legítimo, esse deve ser o da reeducação da mulher para o lar, nunca para uma ação contraproducente fora dele. É que os problemas femininos não poderão ser solucionados pelos códigos do homem, mas somente à luz generosa e divina do Evangelho". 

É o velho papo da mulher como "escrava do lar" e "devota da igreja". Além disso, o machismo "espírita" conta com posturas sádicas, já que a doutrina compartilha a ideia machista de culpabilizar as vítimas, o que sugere uma ideia sutil de que a violência contra a mulher, para o "espiritismo" brasileiro, é uma prática "reprovável", mas com o "atenuante" de que os algozes são vistos como "agentes de expiação" e as mulheres que são vítimas, "pagadoras" de "antigos resgates morais".

Essa ideia dá o tom de como é o moralismo do "espiritismo" brasileiro, uma religião que se distanciou das bases originais de Allan Kardec ao abraçar o igrejismo roustanguista combinado com "tradições" do Catolicismo português que se manteve sob bases ideológicas medievais. Em outras palavras, o "espiritismo" brasileiro é uma religião neo-medieval, como comprova essa declaração machista do jesuíta Emmanuel.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…