Pular para o conteúdo principal

Um grave equívoco numa frase de Chico Xavier

(Autor: Professor Caviar)

Pretenso sábio, o "médium" Francisco Cândido Xavier é uma das figuras mais blindadas do "espiritismo" brasileiro a ponto de até seus críticos terem medo de questioná-lo de maneira mais enérgica e aprofundada.

Ele foi dado a dizer frases de efeito a partir dos anos 1970, quando seu mito de pretenso filantropo ganhou uma abordagem menos confusa que a de seu antigo tutor institucional, o ex-presidente da FEB, Antônio Wantuil de Freitas. Nessa nova abordagem, feita sob o respaldo da Rede Globo, Chico Xavier era trabalhado como ídolo religioso nos moldes que o jornalista católico inglês Malcolm Muggeridge havia feito no documentário Algo Bonito para Deus (Something Beautiful for God), em relação a Madre Teresa de Calcutá.

Para um público simplório que é o brasileiro, que anda com mania de pretensa "sabedoria de bolso", colecionando frases de diversas personalidades, umas admiráveis e outras nem tanto, sem que tivesse um hábito de leitura de bons livros (hoje, quando se lê livros, se prefere youtubers, auto-ajuda, besteirol e ficções de terror, isso quando não se apela para "livros para colorir" e romances de Minecraft), frases de efeito são tudo o que eles conseguem entender, equivocadamente, como "filosofia". Qualquer um vira "filósofo", para esses "ativistas de Facebook", por causa de umas duas ou três frases agradáveis com supostas lições de vida.

Pois Chico Xavier lançou umas frases que cometem uma contradição terrível, na qual uma ideia é negada e depois apoiada, o que demonstra completa incoerência, não bastasse o sentido da ideia apresentada, pela confusa e retrógrada natureza do "espiritismo" brasileiro. Vejamos:

"Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim".

Veja a contradição. Na primeira frase, Chico Xavier fala que o "novo começo" é impossível. Mas, na segunda, ele considera o "recomeço" possível, o que indica uma grande contradição, se percebermos que "recomeço" é "novo começo".

A ideia trazida por Chico Xavier também estabelece a confusão da moral "espírita", sobretudo no que se refere à reencarnação. O pouco caso que os "espíritas" têm em relação às mortes prematuras, que interrompem para sempre muitos projetos de vida, normalmente se baseia na utopia de que, se uma pessoa deixou de fazer algo numa encarnação, ela poderá, da mesma forma, fazer o mesmo na outra.

Isso é muito confuso. Os "espíritas" ficam alegres porque fulano, por exemplo, que iria cursar uma faculdade de Educação sonhando com um projeto pedagógico peculiar, morre antes de cursar o ensino superior e, quando reencarna tempos depois, vê que a faculdade não oferece as mesmas condições para trabalhar o projeto abortado na encarnação anterior.

No entanto, os "espíritas" se contradizem, corroborando com seu "mestre" de Pedro Leopoldo e Uberaba, estufam o peito e dizem, com voz grave e fala firme, que não se deve voltar atrás e começar tudo de novo. E aí, quando questionados, passam a ter fala mole e alegam que a pessoa pode "se reinventar" em nova encarnação, buscando um "novo fim", do qual não se está claro se é uma nova realização ou um novo desfecho qualquer.

Apesar das duas frases de Chico Xavier parecerem simples e de fácil assimilação, a ideia é bastante truncada que só mesmo um beato religioso pode aceitar sem questionar. Como numa entrevista recente com Divaldo Franco falando em "lobos e cordeiros" durante um evento na Espanha, no final do ano passado, tais frases podem parecer simples na forma, mas são prolixas na essência, o que comprova deturpação severa dos postulados espíritas originais, contrariando a natureza original da obra kardeciana.

As frases de Chico Xavier são apenas um trocadilho simplório da oposição "começo" e "fim", um repertório de palavras enfeitadas que no fundo não tem pé nem cabeça, e fazem com que a pessoa fique desnorteada ao ver que "é impossível começar de novo, mas pode-se recomeçar".

Se as pessoas acham que, pelos seus dizeres, Chico Xavier é "filósofo", damos nossos pêsames. Talvez essas pessoas nem mereçam mais comer comida, podendo adotar uma dieta com a comida processada do prefeito paulistano João Dória Jr., mais um pouco de capim e umas folhas dos livros de Chico Xavier, já que os "espíritas" afirmam que isso é um alimento para a alma. Só não venham reclamar de disenteria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Globo e Abril estão blindando "movimento espírita"

(Autor: Professor Caviar)
O "espiritismo" brasileiro é, oficialmente, descrito como uma doutrina de vanguarda, um movimento filosófico-científico, um ativismo progressista que envolve ecumenismo religioso e outras atribuições positivas. Todavia, sua prática revela o contrário de todas essas atribuições, se revelando apenas uma forma requentada do Catolicismo medieval português, acolhendo dissidências que não aceitavam as reformas adotadas pela Igreja Católica brasileira a partir dos primórdios da República.
Todo o mito de "vanguardismo" e "progressismo" foi trazido pelo discurso demagógico da tendência dúbia que dominou o "movimento espírita" até recentemente. Hoje se observa uma transição gradual, quando a fase dúbia - que combinava uma pretensa volta às bases kardecianas e a manutenção do igrejismo herdado de Jean-Baptiste Roustaing - , vigente há quatro décadas após o fim da Era Wantuil, está cedendo espaço ao neo-roustanguismo, do qual se f…