Pular para o conteúdo principal

Inventores do mito do "Coração do Mundo", "espiritas" desprezam a soberania nacional e continuam apoiando o golpe


(Autor: Kardec McGuiver)

As supostas profecias de Chico Xavier foram definitivamente desmascaradas. O maior farsante do Brasil, vândalo que praticamente destruiu uma doutrina e colocou outra bem diferente no lugar, finalmente vê a sua tese sendo derrubada, apesar da sua religião ainda permanecer de pé, mesmo cambaleante.

Xavier sempre desejou que o Brasil se transformasse numa potência teocrática (governada por divindades e dogmas religiosos). Se vocês pensam que os "espíritas" são contra a teocracia e que isso é coisa só de muçulmano, se enganaram redondamente. Uma teocracia é justamente o que estava sendo proposta no livro Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, que Xavier e Wantuil de Freitas escreveram juntos sob o pseudônimo de Humberto de Campos, para que não ficassem com a culpa pelos erros contidos no livro.

TEOCRACIA E IMPERIALISMO

Ingenuamente, Xavier acreditava que o Brasil, além de teocracia, seria uma espécie de liderança de um império. Conservador e claramente direitista, Chico Xavier queria que o Brasil fosse o coração e os EUA fossem o cérebro, numa parceria medonha que demonstra as suas consequências após o golpe, que seria tranquilamente apoiado pelo suposto médium. Pois a realidade é dura: Chico Xavier apoiou a ditadura.

E quem apoiou uma ditadura, certamente apoiaria um golpe e um império sanguinário. Afinal, sanguinários "constroem reinos de amor". Chico Xavier não estava nem aí para soberania. Ele só queria mesmo proteger hino, bandeira e o Catolicismo medieval que seguia. O povo pode ate perder dignidade e direitos. Mas nada que um pai-nosso e uma sopinha aguada não resolvam.

Os "espíritas", que não só apoiaram o golpe, tido como "confirmação da regeneração", apoiam também as personagens do golpe, um bando de ladrões - ao pé da letra - que arrancam do porvo direitos e patrimônio para entregar aos estrangeiros, arruinando de vez a soberania nacional.

Para os "espíritas", notórios analfabetos políticos, a soberania nacional é algo muito mais importante que os símbolos nacionais. Não adianta hino, bandeira e gol da "seleção" que sem soberania, o Brasil, na prática, não existe. Mal sabem os "espíritas" golpistas e o "sábio" Chico Xavier nem sabia disso, que o objetivo dos golpistas, tanto os de 1964 como os de 2016 é o de transformar o Brasil numa colônia arrasada. Um país sem soberania como  Porto Rico e sem dignidade como o Haiti.

O "processo de regeneração" imaginado pelos "espíritas" está reduzindo o Brasil a nada. Só ficarão o território, os símbolos para cultuarmos de forma inerte e a tal da "seleção" que ganhará mais uma copa para dar falsa alegria à população alienada. Afinal, somos a pátria de chuteiras: melhores do mundo no futebol e piores no resto. E golpistas acham que é preciso manter esta fama.

O CAOS NACIONAL PÓS-GOLPE, IGNORADO POR "ESPÍRITAS"

Ignoram os "espíritas" que a regeneração só vai começar daqui a zilhões de anos, já que segundo Allan Kardec, a evolução é LENTA E GRADUAL. E 1000 anos passam muito rápido para a espiritualidade. E a regeneração não vai acontecer com um golpe capitalista a reservar direitos e dignidade apenas aos mais ricos, que segundo os devotos de Chico Xavier, são reencarnação dos bons. Se são reencarnação dos bons, porque ricos fazem tantas maldades?

E é em apoio a essa gente gananciosa que enfiou na cabeça de que merece ganhar mais do que os outros e acha que pobres só merecem sopa aguada, casaco rasgado e colchão mofado que os "espíritas" se envolvem em eventos com ricaços, sem nunca fazer qualquer tipo de cobrança.

Afinal ricos "são a reencarnação dos bons" e "é preciso aumentar o bolo para poder repartir. Se o bolo do golpe não conseguiu sequer ser repartido pelos golpistas, que resolveram brigar entre si por uma fatia, o que dirá sobre o que (não) sobra aos pobres?

O que se pode confirmar é que os "espíritas" não estão nem aí com a destruição do Brasil. Alheios ao que acontece na realidade, preferem se trancar em centros e criar um mundo paralelo que "explica" por meio de intensa e cansativa ginástica intelectual, como ser patriota aceitando passivamente a nossa soberania ir para o ralo, com perda de direitos e patrimônio, retomando a condição de colônia de séculos atrás.

Não se vê nenhum, eu disse NENHUM "espírita" em qualquer manifestação anti-golpe. Não se vê "espíritas" preocupados com a venda de riquezas, volta da escravidão, renascimento do Fascismo e surgimento de novas formas de violência praticadas por "homens de bem". "Espíritas" assistem a tudo de camarote como se toda a destruição do país não passasse de mera forma de entretenimento. O circo pega fogo e os "espíritas" preocupados possivelmente com a vitória de "seleção de futebol em 2018 como forma compensatória de trazer nossa dignidade de volta.

A FARSA DO "CORAÇÃO DO MUNDO"

É triste ver membros que se acham integrantes da "religião mais evoluída do planeta" agirem de forma covarde e burra, apoiando tudo de ruim que acontece no Brasil e sem mexer um só dedo para tentar mudar isso. Possivelmente oram para o "Anjo Miguel" se manque e resolva os problemas do país sem precisar cancelar a destruição de toda a nação. Pelo jeito criar escombros são uma nova forma de construir um país.

Concluímos que esta lenda de "Coração do Mundo" transforma o "Espiritismo" uma verdadeira palhaçada a não ser levada a sério. o "Espiritismo tem se mostrado como uma mera forma de entretenimento a servir de fuga da realidade para muitos incautos. A "religião mais inteligente do planeta" mostra total incompetência para lidar com a realidade.

Sei que este texto está sendo bem duro. Mas temos que ser duros com quem e mole. "Espíritas" não estão sendo realmente patriotas. O caos se instala no país e todos estão de mãos atadas em pose de oração, esperando que o abstrato resolva os problemas concretos. 

Possivelmente Chico Xavier, o pseudo-sábio, errou o órgão humano a representar o Brasil. Se o Brasil não é o coração, certamente não vou dizer qual o órgão que representa o país, pois este é um blog que preza pela dignidade. Dignidade recusada pelos "espíritas"  que pensam que orações resolvem tudo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Um grave equívoco numa frase de Chico Xavier

(Autor: Professor Caviar)
Pretenso sábio, o "médium" Francisco Cândido Xavier é uma das figuras mais blindadas do "espiritismo" brasileiro a ponto de até seus críticos terem medo de questioná-lo de maneira mais enérgica e aprofundada.
Ele foi dado a dizer frases de efeito a partir dos anos 1970, quando seu mito de pretenso filantropo ganhou uma abordagem menos confusa que a de seu antigo tutor institucional, o ex-presidente da FEB, Antônio Wantuil de Freitas. Nessa nova abordagem, feita sob o respaldo da Rede Globo, Chico Xavier era trabalhado como ídolo religioso nos moldes que o jornalista católico inglês Malcolm Muggeridge havia feito no documentário Algo Bonito para Deus (Something Beautiful for God), em relação a Madre Teresa de Calcutá.
Para um público simplório que é o brasileiro, que anda com mania de pretensa "sabedoria de bolso", colecionando frases de diversas personalidades, umas admiráveis e outras nem tanto, sem que tivesse um hábito de lei…