Conheça o verdadeiro Chico Xavier

(Autor: Kardec McGuiver)

O Chico Xavier que a maioria das pessoas conhece não é o real. É o mito construído pela FEB para atrair fiéis e ganhar muito dinheiro. Mas aqui nesta postagem, vamos mostrar quem ele era através de vários fatos concretos. Nada aqui foi inventado, tudo é fonte de observação e análise. Com vocês, eu lhes apresento o verdadeiro Chico Xavier, o homem. 

- Chico Xavier era um beato católico. Seguia esta religião de forma assídua e constante era a sua principal meta na vida.

- Sua paranormalidade o fez ser expulso da Igreja Católica. Isso o magoou profundamente, pois era um beato dedicado, beirando o fanatismo.

- Sua entrada no "Espiritismo" foi por acaso, Por ser paranormal e cristão, foi adotado pela FEB como um "garoto propaganda" da seita que misturava Catolicismo com mediunidade.

- Xavier não demonstrava ter liderança. Tudo que "decidiu" foi por sugestão de dirigentes da FEB e por espíritos obsessores. 

- Há suspeitas de que Xavier sofria de doenças mentais. Embora nunca comprovada, traços da personalidade do médium favoreciam as suspeitas sobre essa tese.

- Sua paranormalidade era real de início. Mas como nunca estudou paranormalidade, perdeu a capacidade e recorreu a fraudes para manter o seu prestígio.

- Seu primeiro livro "psicografado", Parnaso do Além Túmulo, tem características de uma fraude. Além de destoar grosseiramente dos estilos dos supostos autores espirituais, foi revisado várias vezes antes de ter a edição definitiva.

- Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho tem graves erros históricos e é narrado como se fosse um conto de fadas.

- Todas as psicografias que envolviam nomes de famosos destoavam dos estilos originais dos atribuídos. A maioria tinha conteúdo de proselitismo religioso.

- As cartas psicografadas recebidas eram padronizadas, com características muito parecidas, qualquer que fosse o autor.

- Chico Xavier era direitista convicto e condenava ideais de esquerda.

- Sua caridade era paliativa, apenas consoladora e nunca eliminou problemas reais de seus assistidos.

- Supostamente abençoada pela energia do médium, Uberaba tem índices de violência altíssimos, crescentes e a qualidade de vida nunca passou de mediana.

- Suas obras discordavam drasticamente das ideias de Allan Kardec.

- É impossível Xavier ter sido reencarnação de Allan Kardec. Além de totalmente divergente ao codificador, Xavier tinha evolução espiritual inferior, comprovada pela sua falta de racionalidade e personalidade submissa e hesitante. Para Xavier ter sido Kardec, espírito teria que regredir em evolução.

- Seria racional afirmar que Chico Xavier era reencarnação de Jean Baptiste Roustaing.

- Apesar de seus seguidores viverem utilizando a ciência para "autenticar" suas ideias, Xavier nunca foi racional e priorizava a fé cega em detrimento da racionalidade.

- "Data Limite" nunca passou de mero sonho. Seu conteúdo igrejeiro, erros graves de informação e contradições com fatos reais invalidam-no como "profecia científica".

- Chico Xavier apoiou a ditadura militar em sua pior fase, quando nem mesmo pessoas mais conservadoras apoiavam o regime. O médium afirmou sem hesitar que ditadores e torturadores estariam "construindo um reino de amor".

- Ele era entusiasta da medieval Teologia do Sofrimento. Boa parte de suas mensagens afirmava que o sofrimento, por pior que fosse, era o "melhor" caminho para a prosperidade.

- Nosso Lar tinha características bem materiais, desmentindo ideias da codificação de Kardec.

- Para quem conhece a doutrina original, Xavier tinha evolução espiritual medíocre e com certeza reencarnou para responder pelos seus equívocos.

- Na opinião de Chico Xavier, a felicidade do brasileiro se limitava a futebol.

- A suposta pobreza de Chico Xavier era uma lenda criada apenas para igualá-lo ao mito de Jesus. Xavier, servidor público aposentado, vivia como classe média e morreu em um bom hospital.

- O fato de Xavier ter poucos bens tem mais a ver com a sua devotada religiosidade do que com voto de pobreza. Xavier só acumulou bens que tinham a ver com sua religiosidade e obviamente com a sua sobrevivência física e lazer mínimo.

- Xavier era bom leitor de livros e sabia redigir bons textos, sendo excelente em gramática. Seu suposto analfabetismo era apenas um mito para reforçar  a lenda dos "superpoderes".

- É diversão para seus admiradores inventar lendas sobre o médium na tentativa de canonizá-lo. Muitas de suas estórias em biografias não-oficiais eram pura fantasia de fã fanático.

- Chico Xavier não tinha superpoderes. Não há comprovação de que voava e de que estava em vários lugares ao mesmo tempo. Quando tentou fazer materializações, fracassou, apelando a fraudes para concluí-las.

- Xavier usou vários truques circenses em suas fraudes, incluindo a leitura fria e truques de mágica. A leitura fria aparecia nas entrevistas feitas antes da sessões de "mediunidade". Xavier pegava dados que poderiam ser úteis na elaboração das mensagens.

- Emmanuel não era o seu mentor e muito menos o seu anjo da guarda. Emmanuel era o seu perigoso obsessor, autoritário e de índole duvidosa.

- Pela afinidade de ideias e atitudes pode-se afirmar que Emmanuel era o Padre Manoel da Nóbrega reencarnado.

- A estranha morte de Amauri, seu sobrinho, tem características de queima de arquivo. Amauri iria denunciar as fraudes cometidas pelo seu tio.

- A morte de Chico Xavier foi muito estranha e a narração de sua chegada ao plano espiritual tem características nítidas de um conto de fadas irreal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria