Uma leitora pede o lançamento de livro de Attila Paes Barreto

(Autor: Margarida Nunes, via e-mail)

Por muito pouca coisa, não temos mais Dilma Rousseff como presidenta da República, e ela foi expulsa por causa de um rumor muito mal investigado e por uma campanha marcada por uma mídia prepotente e uns políticos corruptos que votaram pela sua saída.

O governo Dilma pode não ser nenhuma maravilha, mas ela procurava realizar medidas de interesse social, estabelecer controle de preços e promover uma política salarial com um mínimo de justiça. E muita gente achou o governo dela ruim por causa das fofocas que a imprensa sensacionalista disfarçada de política falou a respeito dela, como um lixo em forma de revista, a tal de Veja.

Mas no caso do nosso espiritismo, quando é para investigar Chico Xavier ninguém faz nada. Quando faz, é uma pesquisa de fachada que só cita umas poucas polêmicas e depois deixa tudo como está. Divaldo Franco, então, é um intocável, os políticos só vão lhe oferecer prêmios pelo quase nada que fez (o cara não ajuda 1% da população de Salvador e é o maior filantropo do país. Pode?).

Esses caras fizeram paródias literárias, imitando mal os estilos dos escritores que já estiveram entre nós, plagiando trechos importantes de livros, e só porque passam uma imagem de "bonzinhos", dentro de todo aquele clichê religioso que parece vindo de novela da TV eles são tomados da mais absoluta impunidade e imunidade.

Que diferença tem um Sérgio Moro que só incrimina o PT e não o PSDB com um Alexander Moreira-Almeida que diz que Chico Xavier descobriu a glândula pineal? É tanta coisa absurda que, daqui a pouco, vão dizer que Chico Xavier previu a extinção dos dinossauros! É muita cara de pau um país desses e toma esse governo cheio de corruptos e incompetentes desse Michel Temer para o povo aprender a compreender melhor as coisas.

Se em vez desses livros religiosos o pessoal pudesse entender mais de história, o Brasil estaria em situação menos problemática. Se em vez desse livros tipo "Não Será em 2012", "Data-Limite segundo Chico Xavier" e uma sucessão de derivados dessas bobagens proféticas, tivéssemos em mãos O ENIGMA CHICO XAVIER POSTO À CLARA LUZ DO DIA, de Attila Paes Barreto, veríamos o quanto muitos erram em idolatrar uma figura tão duvidosa quanto esse plagiador literário metido a semi-deus. Que seja lançado este livro, da maneira que for!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria