Pular para o conteúdo principal

A Tartaruga Kardeciana e a Lebre Chiquista

(Autor: Profeta Mentalista)

Os que se dizem espíritas no Brasil acusam Kardec de estar ultrapassado, elegendo as obras de Chico Xavier como uma espécie de "atualização" da doutrina.

Só que acontece é que as obras de Xavier, são repletas de erros e ilusões, por causa da não preocupação em verificar o que era recebido através da mediunidade, já que os seus espíritos ditantes, do contrário das tradicionais crenças, não eram espíritos de alta confiabilidade.

Aí, imaginei a história de lebre e da tartaruga, tradicional fábula de autoria provável de Esopo. Como o movimento espírita brasileiro anda muito cheio de fábulas, nada melhor do que usar uma para tentar entender o que está acontecendo em nosso país. Mas vou contar de modo diferente da que foi conhecida mundialmente.

Eram dois seguidores do Espiritismo. A Tartaruga que seguia Kardec, não admitindo qualquer discordância daquilo que está na codificação e a Lebre que seguia Chico Xavier, achando que a doutrina deveria avançar, que o mestre lionês estava datado e que legal mesmo é o futurismo "starwarsiano" de Nosso Lar.

Num belo dia, ocorreu um debate espírita numa cidade brasileira qualquer e a população, que tinha muitos seguidores, estava afoita! Majoritariamente torcendo pela Lebre, mais alegre, mais sedutora e com aparência de "muderna", a população se aglomerava no salão aguardando o anunciado debate.

Nisso chega a Tartaruga, segurando alguns livros de Kardec e usando um pequeno óculos, que logo foi vaiada. A maioria no salão confirmava a fama de chata da Tartaruga. Minutos depois, com um certo atraso, chega a Lebre, ovacionada com fervor. No debate, a Tartaruga defenderia Kardec e a Lebre defenderia Chico Xavier e outros médiuns brasileiros.

O debate foi acirrado. O clima era tenso no salão. A Tartaruga se mostrava mais tranquila, expondo argumentos coerentes e derrubando as justificativas esfarrapadas da Lebre, que sem ter argumentos convincentes para desmentir aos pontos da Tartaruga, partiu para o xingamento, visivelmente irritada. 

No final, muita gente, pasma pela coerência da Tartaruga, antes considerada ultrapassada e chata, passou para o lado desta, percebendo que o que a Lebre dizia não passava de um desfile de clichês. Claro que vários ainda ficaram do lado da Lebre, por não ter ainda o discernimento desenvolvido, mas muita gente, percebendo a sensatez que esta não conseguia ter, entendeu que na verdade, a Tartaruga é que é a avançada, defendendo o progresso, enquanto a verdadeira ultrapassada era a Lebre, que mesmo com sua auto-confiança excessiva, não conseguiu combater o sensato ponto de vista de sua adversária.

Pois é, amigos. E agora, quem é o ultrapassado. Com certeza não é Kardec, que sempre escreveu visando o futuro, construindo uma obra de valor incalculável que nos guiará pela eternidade. Enquanto os delírios de Xavier, que servem com boa literatura de entretenimento, nada servem como manual de Espiritismo e muito menos de guia de como devemos agir na vida. Irá ser esquecido um dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

(Autor: Professor Caviar)
Na madrugada de ontem, numa serra na Colômbia, um trágico acidente ceifou quase todos os ocupantes de um avião que levava a equipe catarinense Associação Chapecoense de Futebol, time conhecido como Chapecoense ou, simplesmente, Chape.
No acidente, inicialmente 75 pessoas faleceram. A maioria dos jogadores do Chapecoense, parte da tripulação boliviana que estava no avião, jornalistas e dirigentes esportivos. Apenas seis pessoas foram resgatadas com vida. O famoso zagueiro Neto foi resgatado com vida, e está sob cuidados médicos.
A tragédia comoveu o mundo inteiro e revelou um sonho interrompido de um time em ascensão. Consta-se que o Chapecoense era melhor do que muito time festejado que vence fácil qualquer torneio, e seu time era considerado de grande entrosamento. Com a perda de muitos desses jogadores, o time terá que recomeçar a temporada de 2017 do zero, provavelmente aproveitando jogadores juvenis.
Sob a ótica "espírita", fala-se que o aciden…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …

Não quiseram cortar o mal pela raiz? Agora o estrago foi feito. Aguentem!

(Autor: Kardec McGuiver)
Muita gente reclama atualmente das críticas feitas a Chico Xavier. Não são críticas inventadas, são observações dos inúmeros erros cometidos pelo beato católico transformado em "liderança espírita" graças a um festival de manipulações feitas pelas lideranças da FEB, interessadas em fabricar um "santo vivo" para atrair gente e consequentemente, dinheiro. Dinheiro que ia muito pouco para a caridade e mais para as lideranças.
Se esquecem essas pessoas, cegas pela idolatria fanática a um verdadeiro charlatão que foi Chico Xavier, que se tudo fosse evitado antes, nada disso teria acontecido. Era preciso cortar a erva daninha no início, mas preferiram alimentá-la e deixar crescer. Hoje Chico Xavier é uma planta carnívora em dimensões colossais e o estrago que causou no Espiritismo se tornou algo praticamente irreversível.
Claro que houve tentativas para denunciar o charlatão no início. Mas sem a internet ou meios que propagassem as denúncias, el…