O novo Catolicismo Reencarnacionista

(Por Profeta Mentalista)

Em um fórum do Facebook, eu havia dito que Chico Xavier não era um enganador. Na verdade ele tinha a sua razão, só que estava no lugar errado. O que Xavier dizia estava mais em coerência com o Catolicismo que ele nunca deixou de seguir, encarando o "Espiritismo" mais como um exílio por ter sido excomungado por padres que reprovavam a sua mediunidade, o que lhe magoou muito.

Transformado pela FEB em um Líder influente, Xavier não hesitou em embutir na forma brasileira do Espiritismo uma grande quantidade de enxertos católicos, como se quisesse compensar a excomunhão fundando um Novo Catolicismo. Só que infelizmente, preferiu dar o nome de "Espiritismo" a essa nova forma de Catolicismo, e a fez confundir com as ideias de Allan Kardec, estragando toda a sua compreensão.

Mas porque os "espíritas" brasileiros não se assumem que na verdade o que fazem é uma espécie de Neocatolicismo, com algumas alterações e muitas semelhanças? Para quem conhece as obras de Kardec, dá para perceber que as deturpações da doutrina estimuladas pela FEB tem muita coisa de Catolicismo, soando como uma espécie de dissidência.

Apesar de liderada por espíritos de padres medievais, o que a torna caduca em alguns aspectos, o fato de ser reencarnacionista pode representar um avanço para este Catolicismo enrustido que se apresenta como "Espiritismo". Mesmo assim, um Catolicismo típico, onde se encontram muitos paralelos, guardadas suas diferenças aparentes e suas alterações nominais.

Até porque, seguindo a Lei de Atração, a influência de muitos espíritos de padres naquilo que a maioria conhece como "Espiritismo", sinaliza o fato de que na verdade se trata de um novo Catolicismo e se assumir como tal colocaria as coisas em seus devidos lugares. Vejamos...


Esta tabela comparativa mostra que aquilo que boa maioria dos brasileiros conhece como "Espiritismo" é na verdade um Catolicismo alterado, pois tem muita coisa em comum com a igreja dos padres e quase nada com o que foi codificado por Allan Kardec em suas pesquisas.

Aliás, Allan Kardec é um grande desconhecido para os "espíritas" brasileiros e só é lembrado na hora de autenticar algum dogma estranho.

Está mais do que na hora dos seguidores de Chico Xavier se lembrarem da crença do médium e se assumirem logo como "católicos redivivos" (nas palavras de Emmanuel). Xavier disse na famosa entrevista do Pinga Fogo que os seus seguidores deveriam obedecer ao Papa e à Santa Igreja. 

Que os espiritólicos possam assumir sua verdadeira vocação e entendam de uma vez por todas que o que eles seguem não é Espiritsmo e sim um Catolicismo mais avançado.

Até porque ao invés de se preocuparem em involuir o Espiritismo, porque não desenvolver o Catolicismo, fazendo-o aceitar a reencarnação? Estaria muito mais coerente com as ideias que os "espíritas" brasileiros tanto defendem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não há resgate coletivo. E isso o cotidiano nos explica com facilidade

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

Madre Teresa de Calcutá e a caridade como mercadoria