Pular para o conteúdo principal

A falsa noção de bondade

Os brasileiros, excessivamente religiosos, não tem noção correta do que signifique bondade. A noção de bondade que a maioria está convicta é dada pelas religiões. É aquela bondade estereotipada, paliativa, que não gera grandes mudanças sociais e mantém tudo como está.

Dar objetos a pobres, aparentemente pode significar uma caridade, mas não pode ser considerada como tal se manter os pobres na mesma condição. A caridade paliativa não pode ser considerada a verdadeira caridade, poie ela não transforma, não resolve, apenas consola. Traz um conforto momentâneo, que quando encerrado, traz de volta a agonia, a tristeza e em muitos casos, desespero.Como definir como "bondade" uma ajuda paliativa que não acaba com os problemas, apenas desvia dela por alguns instantes?

A caridade tem que transformar, mudar, questionar, distribuir, e também, eliminar essa estritura podre de poder que existe por aí. Não adianta doar bens se ainda se permanece rico. Os ricos são ricos porque possuem algum excesso. Mesmo que algum rico doe alguma coisa, se ele continua rico, é porque ainda mantém um excesso em suas mãos que deveria ser imediatamente distribuído.

Outro tipo de caridade nunca mencionada como tal é contestar tudo que está de errado ao nosso redor. TUDO MESMO! Muitas coisas que parecem boas aos nossos olhos, são na verdade nocivas aos mínimos detalhes.

Evocar entes queridos parece caridade mas pode ser prejuízo

Para os espiritólicos, evocar um espírito conhecido para ver se eles "está bem", é uma forma de caridade que conforta parentes e amigos desconsolados. Isso na verdade pode prejudicar, tanto o espírito quanto o requerente que o evoca.

Para o espírito, prejudica porque não é necessário haver esse tipo de evocação. Somente a falta de confiança em Deus e em si mesmo justifica o desespero de pessoas angustiadas para receber - inutilmente - mensagens de parentes e amigos mortos. isso pode obsidiar o espírito que na verdade continua a sua caminhada, pois a morte não existe e se desesperar por ela é aceitar - mesmo sem admitir - a morte como um "encerramento' ou como um sofrimento, o que na verdade é o contrário, pois retomamos a verdadeira vida sem essa armadura pesada que chamamos de "corpo".

Do outro lado, prejudica os requerentes - os parentes e amigos que evocam os seus entes queridos - porque além de dar razão ao seu irracional e infiel desespero, estimulando a manutenção de sentimentos agonizantes, pode servir de um meio de fascinação espiritual grave, onde espíritos gozadores se aproveitam de momentos de desespero para fingir que são os espíritos evocados - que mesmo com "senhas" podem enganar os que recebem a mensagem (falarei sobre isso em texto futuro) - e desviar as sessão mediúnica de sua real finalidade.

Falsos símbolos de bondade

A noção de bondade que as pessoa têm é tão errada que interfere até no culto de admiração a pessoas - o que já é um erro, pois não devemos cultuar pessoas e sim cultuar ideias e atitudes - colocando gente como "santa" mesmo sem ter colaborado por mudanças realmente significativas.

Isso faz com que as pessoas achem que as pessoas mais bondosas e evoluídas estejam nas religiões e no entretenimento, já que em aparência, a simpatia e a suposta bondade aparecem a olhos vistos para quem não tem o discernimento.

Se esquecem que na verdade, os verdadeiros altruístas se encontram no meio intelectual, entre pensadores e cientistas, já que a bondade, quando trabalhada junto ao raciocínio e a lógica, se torna mais forte e menos paliativa. E por incrível que pareça, são nas religiões onde se encontram as almas mais atrasadas, por recusarem a utilizar o raciocínio, trocado pela fé cega que confirma e difunde absurdos.

A bondade piegas, sem o raciocínio, é frouxa, momentânea e superficial. Acreditar que bons são os "artistas" e religiosos é desconhecer o real sentido da bondade, se conformando com as pequenas ajudas que na verdade mantém tudo isso que está aí, com problemas e injustiças totalmente intactos, já que são completamente inatingíveis pela forma de bondade paliativa e irracional que estamos acostumados a fazer.

Bondade e ser firme, contestar erros, derrubar falsos líderes e repartir benefícios de maneira igual, para que todos, exatamente todos, possam ter o bem estar digno.

Estamos vivendo numa época de pura mentira. Acreditamos estar evoluindo quando na verdade mantemos tudo como está. Neste Natal, muita gente vai dar presentes e paliativos pensando que está transformando o mundo. Após o fim da festa, tudo continuará na mesma, aguardando o próximo Natal para que todos possam ter novamente a ilusão de que tudo está bem.

Não adianta transformar gente como, por exemplo, Chico Xavier e Luciano Huck, estigmatizados como benfeitores, em "santos". É evidente que estes nada fizeram de realmente concreto para a melhoria da humanidade. O resultado é evidente. A bondade paliativa destes não passa de um simples e frágil castelo de areia a ser destruído pela força de um sistema já excludente, exigente e manipulador que só vive fazendo os estragos que nenhuma campanha caritativa consegue consertar.

Sem raciocínio, coragem e contestação, além da derrubada de toda a estrutura de injustiças de nossa sociedade, não há caridade paliativa que resolva qualquer tipo de problema.

Bondade? Caridade? Altruísmo? Estamos fazendo isso errado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Silêncio da imprensa em torno do caso Divaldo Franco-João Dória Jr. é grave

(Autor: Professor Caviar)
De repente, até a imprensa de esquerda desaprendeu a fazer jornalismo. O prefeito de São Paulo, João Dória Jr., enquanto divulgava a intragável "farinata", composto alimentar de procedência e valor nutricional duvidosos, exibiu o tempo todo a camiseta do evento Você e a Paz, comandado pelo "médium" Divaldo Franco. O silêncio total da imprensa quanto a este aspecto tem muito o que dizer, e não são coisas boas.
Em primeiro lugar, João Dória Jr. não exibiu a camiseta do Você e a Paz porque foi a única camiseta branca que encontrou ele que costuma usar camisas de colarinho e paletó. Também não foi uma iniciativa comparável à de um moleque usando camiseta de banda. Houve um propósito para João Dória Jr. aparecer vestindo a camiseta do Você e a Paz, na qual havia o crédito do nome de Divaldo Franco.
Nenhum jornalista, por mais investigativo que fosse, chegou sequer a perguntar: "ora, se a 'farinata' era apoiada pela Arquidiocese de…

Por defender a ditadura militar, Chico Xavier devia perder homenagens em logradouros

(Autor: Professor Caviar)

Pode parecer, para muitos, cruel e injusto, mas a verdade é que Francisco Cândido Xavier deveria perder as homenagens dadas a logradouros por todo o país.
Na famosa entrevista ao programa Pinga Fogo, em julho de 1971, Chico Xavier exaltou a ditadura militar, com muita convicção, e disse para orarmos para as Forças Armadas, porque os militares estavam construindo o "reino de amor" do Brasil futuro.
Demonstrando um raivoso direitismo, Chico Xavier simplesmente disparou comentários contra manifestantes sem-terra e operários, com um reacionarismo descomunal e que muitos não conseguem imaginar, apegados à "dócil imagem" atribuída ao anti-médium mineiro. Quem duvida, é só ver o vídeo no YouTube. E é o próprio Chico Xavier quem diz, para tristeza de seus seguidores.
Ele defendeu a ditadura militar num contexto em que ela se mostrou bem mais repressiva. Era a época do DOI-CODI, principal órgão de repressão, que aprisionava, torturava e matava pri…

Planeta "X", Chupão ou Nibiru: Respondendo a um leitor ramatisista

(Autor: Artur Felipe Azevedo)
Nosso Sistema Solar é composto de 8 planetas. Um leitor anônimo escreveu um comentário, dizendo o seguinte:

"Respeito a opnião (sic) de vocês, mas estão um pouco desatualizados. Se não sabem, foi descoberto um planeta próximo a Plutão, denominado Planeta X, mas que anteriormente foi citado pelo medium Chico Xavier como o Planeta Chupão. Se voces ligarem a teoria espirita com a lógica, viriam que jamais ela errou, mas se exitam em falar sem ao menos saber em que se resume tal coisa. http://geniusvirtual.blogspot.com/2009/07/seria-o-apocalispe-o-planeta-chupao.html  Esse link acima é para a reportagem completa, e abaixo dela está a fonte. Essa repostagem nao é espirita, é científica.
Parem um pouco e leiam para depois falar. É por isso que sempre digo: NÃO PODEMOS FALAR MAL DE ALGUMA COISA QUE NAO CONHECEMOS COMPLETAMENTE, APENAS SE APOIANDO EM SUPOSTOS COMENTARIOS OU SUPOSIÇÕES."


Bem, vemos que o colega ramatisista parece convencido da existência do …